Futebol

Reforço do Santos, Camacho tem média de um passe errado a cada 10

Gazeta
Gazeta Esportiva

16 de junho de 2021 - 10:00 - Atualizado em 16 de junho de 2021 - 16:00

Reforço do Santos a pedido de Fernando Diniz, Camacho tem o passe como principal característica e se encaixa no estilo de jogo do técnico.

Camacho foi dirigido por Diniz no Audax, Guaratinguetá e Athletico-PR e conhece a metodologia do treinador: bola no chão, linhas altas e busca pelo gol com a participação desde o goleiro são premissas do trabalho.

E os números recentes no Corinthians, elencados pelo Sofascore, ajudam a entender o motivo de Fernando Diniz pedir Camacho à diretoria do Peixe.

Desde o retorno ao Timão em 2020, Camacho jogou 46 vezes (24 como titular), fez um gol e deu três assistências. Ele teve 89% de acerto nos passes e 74% nos lançamentos.

Defensivamente, porém, as estatísticas de Camacho não animam: ele venceu 47% dos duelos e desarmou em apenas 67 oportunidades. Foram 11 cartões amarelos no período.

“Sou um cara polivalente e podem esperar isso aqui também no Santos, até por conta do estilo do Diniz, que sempre pede muita movimentação no meio de campo. Eu consigo fazer ali o primeiro volante e o segundo também. Onde ele achar melhor eu estarei à disposição. Pode contar comigo, nação santista. Estou feliz demais em estar aqui e podem acreditar que vou dar a minha vida por essa camisa”, disse Camacho, no anúncio do Santos.

Camacho assinou até dezembro de 2022 e pode estrear contra o Fluminense na próxima quinta-feira, às 19h (de Brasília), no Maracanã, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.