Futebol

Raí se despede do São Paulo: “Me dediquei com o mesmo comprometimento, luta e amor”

Gazeta
Gazeta Esportiva

2 de fevereiro de 2021 - 19:30 - Atualizado em 2 de fevereiro de 2021 - 20:00

Ídolo do São Paulo, Raí se manifestou nas redes sociais sobre sua saída do clube nesta terça-feira. O ex-diretor-executivo tricolor, que se despediu do elenco pela manhã, optou por deixar o cargo antes do término do Campeonato Brasileiro, acompanhando o técnico Fernando Diniz, que acabou demitido com a crise instaurada no Morumbi.

Contratado no fim de 2017 para chefiar o departamento de futebol do São Paulo, após a equipe se livrar do rebaixamento naquela temporada, Raí exerceu o cargo por mais de três anos. Neste período, o clube colecionou duras eliminações para clubes de pequena e média expressões, nacional e internacionalmente, em torneios mata-mata, além de brigar em 2018 e na atual temporada pelo título do Campeonato Brasileiro.

“Hoje estive no CT da Barra Funda para me despedir dos atletas e funcionários. Encerro aqui minha terceira passagem pelo São Paulo. Se por um lado não obtivemos os títulos como nas minhas duas passagens anteriores, posso garantir que me dediquei com o mesmo comprometimento, luta e amor”, escreveu Raí.

“Agradeço a oportunidade e a tantas pessoas que fizeram parte desta jornada. Desejo muito sucesso a todos que seguem no Tricolor”, completou o ídolo são-paulino.

Agora, na gestão do presidente Julio Casares, Rui Costa será o executivo de futebol do São Paulo, substituindo Raí. Além dele, Muricy Ramalho, como coordenador técnico, e Carlos Belmonte, como diretor geral de futebol, dividem o controle do departamento na Barra Funda.