Futebol

Português Carlos Carvalhal revela recusa ao Flamengo

Gazeta
Gazeta Esportiva

16 de novembro de 2021 - 15:40 - Atualizado em 16 de novembro de 2021 - 17:00

O Flamengo voltou à disputa da final da Libertadores nesta temporada, dois anos após ser campeão sob o comando do português Jorge Jesus. Só que desde a saída do treinador, os rubro-negros parecem que ainda não acharam um substituto.

Renato Gaúcho teve o melhor início de um técnico no Flamengo, mas os recentes maus resultados colocaram em xeque seu trabalho. Antes dele, Rogério Ceni foi campeão brasileiro e mesmo assim era contestado.

Após a saída de Jesus, os dirigentes rubro-negros buscaram um substituto estrangeiro e optaram por Domènec Torrent. O espanhol não emplacou no Brasil e foi demitido em poucos meses.

Na ocasião, o favorito para ser o técnico do Flamengo era Carlos Carvalhal. O português admitiu que conversou com os flamenguistas, mas optou por não aceitar o convite.

“A minha mulher, o meu filho e a minha filha disseram todos o mesmo. Estávamos no meio de uma pandemia, era perigoso porque ninguém sabia o que ia acontecer. Foi então que decidi que não podia ir para o Brasil”, disse.

O Flamengo pode voltar a conquistar a principal competição sul-americana da temporada em 2021. A decisão será contra o Palmeiras, no dia 27 de novembro.