Futebol

Perto do acesso, Botafogo enfrenta o Operário no Estádio Nilton Santos

Gazeta
Gazeta Esportiva

14 de novembro de 2021 - 19:00 - Atualizado em 14 de novembro de 2021 - 20:15

O Botafogo vive clima de acesso e pode confirmar o retorno à Série A nesta segunda-feira. O Fogão recebe o Operário, no Estádio Nilton Santos, às 16h (horário de Brasília), pela 36ª rodada. Se vencer, o Botafogo sacramenta a classificação para a elite do futebol brasileiro.

O time de Enderson Moreira controla a ansiedade e quer garantir o acesso diante da torcida. A tendência é a de um bom público no Nilton Santos. O Fogão vem embalado por uma sequência de sete jogos de invencibilidade, sendo quatro vitórias e três empates.

A torcida alvinegra tem outro motivo para acreditar no acesso nesta segunda-feira. O Botafogo tem a melhor campanha como mandante da Série B, com 14 vitórias, um empate e duas derrotas em casa.

O técnico Enderson Moreira tem o retorno de Joel Carli, que cumpriu suspensão no empate com a Ponte Preta, e deve ter a volta de Chay, recuperado de lesão no tornozelo direito. Por falar no treinador, ele reencontra o adversário que impôs a primeira derrota na trajetória dele pelo Fogão. O Operário levou a melhor no turno e venceu por 1 a 0.

O Operário, por sua vez, vai enfrentar o Botafogo mais “leve”. É o que time já alcançou 45 pontos, considerado o número mágico para garantir a permanência na Série B. Matematicamente, o time ainda não está livre do risco de queda, mas são sete pontos de vantagem para o Z-4.

O técnico Ricardo Catalá tem o retorno do volante Leandro Vilela, que cumpriu suspensão na vitória sobre o Remo.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO X OPERÁRIO

Local: Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)

Data: 15/11/2021, segunda-feira

Horário: 16h (horário de Brasília)

Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)

Assistentes: Helcio Araujo Neves (PA) e Luis Diego Nascimento Lopes (PA)

VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)

BOTAFOGO: Diego Loureiro; Daniel Borges, Kanu, Joel Carli e Carlinhos; Luís Oyama, Pedro Castro e Chay; Marco Antônio, Diego Gonçalves (Warley) e Rafael Navarro

Técnico: Enderson Moreira

OPERÁRIO: Thiago Braga; Lucas Mendes, Fábio Alemão, Odivan e Fabiano; Leandro Vilela, Rafael Chorão e Marcelo; Thomaz, Paulo Sérgio e Felipe Garcia

Técnico: Ricardo Catalá