Futebol

Paraná Clube perde para o Pouso Alegre-MG por 2 a 0 e está eliminado da Copa do Brasil

Tricolor faz partida totalmente apática, é dominado, sofre eliminação e segue em uma crise sem fim; Eberê e Denner marcaram os gols da equipe mineira, que agora terá o Coritiba na segunda fase da competição

Guilherme
Guilherme Almeida
Paraná Clube perde para o Pouso Alegre-MG por 2 a 0 e está eliminado da Copa do Brasil
Estádio Manduzão foi o palco de mais um vexame da história do Paraná Clube (Foto: Divulgação/Prefeitura de Pouso Alegre)

1 de março de 2022 - 20:53 - Atualizado em 1 de março de 2022 - 20:53

Na noite desta terça-feira (01), Pouso Alegre-MG Paraná Clube se enfrentaram, no Estádio Manduzão, em partida válida pela primeira fase da Copa do Brasil.

O Tricolor colecionou mais um capítulo triste em sua história. Após ser rebaixado à Série Prata do Campeonato Paranaense, e ver a Vila Capanema ser palco de uma batalha campal, a equipe não conseguiu dar a volta por cima, e foi eliminada da Copa do Brasil logo na primeira fase, pelo segundo ano seguido. Eberê e Denner marcaram para o time da casa, que é o lanterna do Campeonato Mineiro e ainda não havia vencido na temporada.

Com o resultado, a possibilidade de haver um Paratiba na competição, acabou, pois o Pouso Alegre está classificado para encarar o Coritiba, em jogo único, na segunda fase da Copa do Brasil. Nesta etapa, não há vantagem de empate para o time melhor classificado no ranking da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), portanto, caso a partida termine em igualdade, a decisão vai para as penalidades máximas. Com a vaga, a equipe mineira embolsou R$ 750 mil.

Agora, as equipes voltam a campo pelos campeonatos estaduais. Na luta para fugir da degola, o Pouso Alegre terá o Patrocinense pela frente, no domingo (06), às 10h30, no Estádio Pedro Alves do Nascimento, pela nona rodada do Campeonato Mineiro. No mesmo dia, mas às 16h, o Paraná Clube, já rebaixado no Campeonato Paranaense, apenas cumpre tabela, contra o Rio Branco, no Estádio Gigante do Itiberê, em Paranaguá, pela última rodada da primeira fase.

POUSO ALEGRE 2 X 0 PARANÁ CLUBE

O primeiro tempo pode ser definido da seguinte forma: ataque x defesa. O Pouso Alegre dominou amplamente o duelo, desde o primeiro lance, quando Iago Dias bateu e a zaga desviou para escanteio. Aos 14, Foguinho arriscou de longe e obrigou Murillo Lopes a fazer grande defesa. No lance seguinte, Dener desviou cabeçada e mandou na trave.

Acuado e com o psicológico completamente abalado, o Paraná Clube não conseguia levar nenhum perigo. O Tricolor apenas assistia a equipe mineira jogar. Aos 22, Gledson quase arriscou de longe, a bola quicou na frente do arqueiro paranista e passou raspando a trave. De tanto pressionar, a equipe da casa abriu o placar. E com direito a lei do ex.

Aos 26, Eberê subiu mais que a defesa e mandou para o fundo das redes. O atacante disputou a Série C de 2021 com o Tricolor, e participou da campanha do rebaixamento à Série D. Murillo Lopes ainda salvou em chutes de Iago Dias e Eberê, e impediu um placar ainda mais elástico na primeira etapa.

Precisando mudar o panorama da partida, o técnico Rodrigo Cascca voltou para o segundo tempo com Juninho no lugar de Douglas Araújo. Mas, em campo, nada mudou. E o Paraná Clube ainda foi castigado com o segundo gol. Aos sete, Denner fez grande jogada individual e bateu da entrada da área. O chute foi no canto, sem chances para Murillo Lopes.

Após o gol, o Pouso Alegre passou a controlar a partida. Sem sofrer sustos, a equipe da casa apenas administrava o resultado, à espera do final da partida. Entregue em campo, o Paraná Clube não teve forças para sequer ameaçar a meta do goleiro Cairo. Com isso, o placar não foi mesmo alterado, e a comemoração ficou para a equipe da casa, que na primeira participação de sua história, em uma competição nacional, garantiu a classificação histórica.

Ficha Técnica
Copa do Brasil
Primeira fase

Pouso Alegre: Cairo; Nando, Ramon, Luanderson e Foguinho; Gledson, Eberê (Lucas Reis 2ºT/47″), Carlinhos e Denner (Wesley Fraga 2ºT/44″); Iago Dias (João Marcos 2ºT/47″) e Bruno Moraes (Hugo Freitas 2ºT/18″)
Técnico: Francisco Diá
Gols: Eberê (1ºT/26″); Denner (2ºT/07″)
Cartões amarelos: Gledson (2ºT/23″)

Paraná Clube: Murillo Lopes; André Krobel, Rodolfo Mol, Franklin (Pablo Thomaz 2ºT/12″), Moisés Gaúcho (Guilherme 2ºT/24″) e Kazu (Thiago Juan 2ºT/32″); Luan, Vinícius Kiss e Douglas Araújo (Juninho 2ºT/00″); Tadeu e Matheus Iacovelli (Romário Simões 2ºT/12″)
Técnico: Rodrigo Cascca
Gols: 
Cartões amarelos: 

Local: Estádio Manduzão, em Pouso Alegre (MG)
Data: 01/03/2022
Horário:
 19h
Árbitro: Thiago Lourenço de Mattos (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Vitor Carmona Metestaine (SP)
Quarto árbitro: Murilo Francisco Misson Junior (MG)