Futebol

Osmar Loss admite que Cifut precisa ser atualizado no Corinthians

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

14 de abril de 2020 - 00:00 - Atualizado em 14 de abril de 2020 - 00:00

Tiago Nunes criou certa polêmica ao dizer que encontrou o CIFUT (Centro de Inteligência do Futebol) “sucateado” no Corinthians. O departamento que fez tanto sucesso no clube por auxiliar comissões técnicas na hora de buscar reforços no mercado agora deve ser atualizado.

Osmar Loss, ex-auxiliar, ex-técnico e hoje coordenador das categorias de base do Corinthians explicou à Gazeta Esportiva a necessidade de mexer na ferramenta.

Sempre fui muito atuante e já como auxiliar eu frequentava o CIFUT. Ele atendia a demanda que eu achava necessária, mas as coisas vão evoluindo, novas ferramentas surgem e, principalmente, hoje se faz necessário essa interligação de base e profissional, seguir os mesmos protocolos e as ferramentas para mensurar os níveis. A busca é implantar, customizar o trabalho.

Antes de ser convidado a retornar à base, Osmar Loss trabalhou no profissional do Corinthians em 2018 e passou por Guarani e Vitória.

“Enquanto eu estava lá, a demanda que a gente tinha continuava sendo executada com boa resposta. É difícil dar uma opinião, não percebi isso (menos uso interno para buscar informações) no momento que eu estava lá”.

A ideia de Loss e Tiago Nunes é criar um sistema que permita o técnico da equipe principal obter informações rápidas não só sobre jogadores de fora como também das categorias de base do clube, que a partir de agora vai passar por uma reformulação.

“A dificuldade qualquer um vai ter no momento e implantar uma metodologia nova. Vamos precisar ainda iniciar, recompor. Vai ter falhas, claro, a dificuldade maior é conseguir controlar essa metodologia, de forma uniforme, mas a gente precisa começar”.