Futebol

Orçamento de 2021 do Fluminense prevê metas modestas

Gazeta
Gazeta Esportiva
Orçamento de 2021 do Fluminense prevê metas modestas

19 de dezembro de 2020 - 13:33 - Atualizado em 19 de dezembro de 2020 - 13:45

O Fluminense tem tido dificuldade financeiras nos últimos anos. Por isso, o presidente Mário Bittencourt adotou uma gestão de corte de gastos, mas não conseguiu acabar com o atraso dos salários.

Assim, a diretoria tricolor convocou o Conselho Deliberativo para discutir o orçamento para 2021. O que chamou a atenção foram as metas esportivas para a equipe na próxima temporada.

Mário Bittencourt, presidente do Fluminense. (Foto: Divulgação/Lucas Merçon)

Segundo a proposta, o Fluminense precisa chegar a Fase Final do Carioca. Além disso, os tricolores têm que chegar até a Terceira Fase da Sul-Americana e as quartas de final da Copa do Brasil. No Campeonato Brasileiro, o objetivo é ficar na décima posição.

O objetivo das metas conservadoras é não comprometer o orçamento. A eliminação precoce nas competições é uma preocupação dos clubes na hora de fechar as contas do ano.

Dentro de campo, técnico Marcão vai trabalhar até dia 26, quando o Fluminense encara o São Paulo, no Maracanã.