Esportes

Londrina empata com o Operário no Estádio do Café

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

2 de fevereiro de 2014 - 00:00 - Atualizado em 2 de fevereiro de 2014 - 00:00

Debaixo de um sol de 38ºC, o Londrina recebeu o time do Operário, no Estádio Municipal Jacy Scaff (do Café), na tarde deste domingo (02), e empatou pelo placar de 0 a 0.

Apesar das dificuldades climáticas, o time do Tubarão fez uma partida boa, mas um tanto quanto desorganizada, o que influenciou e muito no resultado do jogo. Apesar de possuir a maior parte da posse de bola, os atacantes do time não conseguiram efetividade em seus lances.

Logo no primeiro lance, em jogada iniciada pelo jovem meia Robinho, que teve uma grande atuação na partida, o atacante Lucas mandou a bola por cima do gol, assustando o goleiro Marcelo da equipe do Operário. Ele teve muito trabalho na primeira etapa.

Até os 20 minutos de jogo, o time do Londrina dominou a partida e permaneceu com boa parte da posse de bola, mas suas boas jogadas de ataque eram anuladas pela falta de pontaria dos atacantes do elenco. O problema vem prejudicando o time há bastante tempo, já que em outros jogos o alviceleste deixou até mesmo de golear por ter a falta deste requisito em seus atacantes.

No restante do primeiro tempo, o Londrina permaneceu com a posse de bola e investiu em chutes de média distância. O atacante Neílson voltou a animar a torcida com seu futebol, buscou chamar o jogo para si e criou boas jogadas ao lado de Rone Dias, que foi destaque da última partida. Já os atacantes Arthur e Lucas fizeram um bom primeiro tempo, mas apareceram em poucas oportunidades, demonstrando um pouco de falta de confiança em campo.

Já o time do Operário chegou apenas duas vezes à meta do goleiro Vítor do Tubarão, mas foram suficientes para preocupar o time. Aos 21 minutos, Batatinha mandou uma bomba e exigiu grande defesa do goleiro alviceleste. Aos 39 minutos, Andrézinho deu uma bola na trave e assustou toda a defesa do Londrina.

Na segunda etapa, Londrina e Operário seguiram no mesmo ritmo. O Tubarão com a maior posse de bola e pouco deixando o time do Fantasma jogar. Buscando reorganizar seu ataque, o técnico Cláudio Tencati sacou Neílson e Robinho para a entrada de Alexandre Oliveira e Celsinho. As alterações surtiram efeito e o Tubarão passou a ataca com perigo a meta do goleiro Marcelo, mas em poucas jogadas, já que o time demonstrava estar um pouco desorganizado.

Celsinho, que foi muito apoiado pelos 4.007 torcedores presentes no Estádio do Café quando entrou na partida, fez grandes jogadas e participou com efetividade dos ataques londrinenses ao lado de Alexandre Oliveira, que trouxe rapidez para o time em suas jogadas.

Mas, a partida seguiu como inicou e o Tubarão fez o torcedor sofrer aos 42 minutos com Arthur, que perdeu um gol feito de frente para o goleiro Marcelo da equipe do Operário que poderia ter decidido a partida.

A próxima partida do Londrina será contra o time do Arapongas, no Estádio Municipal José Chiappin, às 17h, no próximo domingo (09). No mesmo momento, o Operário recebe o time do Paraná Clube, no Estádio Germano Kruger.

Escalações:

Londrina: Vitor; Maicon, Grolli, Gilvan e Paulinho; Diogo Roque, Robinho e Rone Dias; Lucas, Arthur e Neílson. Técnico: Claudio Tencati.

Operário: Marcelo, Alex, Ítalo, Victor Hugo e Basso; Sidnei, Richardson, Marquinhos e Andrézinho, Ícaro e L. Batatinha. Técnico: G. Pereira.

Confira a classificação, os jogos e todas as notícias do seu time durante o Campeonato Paranaense 2014 no conteúdo especial do Portal RICMais clicando aqui.