Futebol

Liverpool goleia o Porto e segue líder na Liga dos Campeões

Gazeta
Gazeta Esportiva

28 de setembro de 2021 - 17:59 - Atualizado em 28 de setembro de 2021 - 18:15

Em jogo de um time só, o Liverpool visitou o Porto no Estádio do Dragão e saiu com a vitória tranquila por 5 a 1 nesta terça-feira, pela fase de grupos da Liga dos Campeões. A estrela do atacante Roberto Firmino brilhou e o camisa 9 dos ingleses deixou dois gols no pouco tempo de campo que teve.

O resultado coloca o Liverpool isolado na liderança do grupo B, com seis pontos em dois jogos. O Porto segue com um ponto, em terceiro lugar.

Mesmo jogando fora de casa, o Liverpool dominou as ações no primeiro tempo e achou seu primeiro gol aos 17 minutos, com Mohamed Salah. Ainda deu tempo de Sadio Mané receber boa assistência de Milner para ampliar a vantagem da equipe inglesa aos 44 minutos.

O Porto conseguiu competir melhor na segunda etapa, mas ainda ficou longe de iniciar uma reação. Na verdade, quem marcou mais um gol foi o Liverpool, novamente com Salah. Desta vez, o camisa 11 recebeu passe de Curtis Jones para marcar. Taremi ainda conseguiu descontar para o Porto aos 29 minutos.

O brasileiro Roberto Firmino entrou apenas no segundo tempo, mas deixou sua marca na partida. Primeiro aos 31 minutos e depois aos 37, em lance que precisou ser checado pelo VAR.

As duas equipes voltam a campo pela terceira rodada da Liga dos Campeões em 19 de outubro, também uma terça-feira. O Porto recebe o Milan no Estádio do Dragão e o Liverpool visita o Atlético de Madrid no Wanda Metropolitano, ambos os jogos acontecem às 16 horas (de Brasília).

Milan abre o placar, mas sofre virada do Atlético de Madrid no San Siro

Com gol do português Rafael Leão aos 19 minutos do primeiro tempo, o Milan saiu na frente em casa contra o Atlético de Madrid, mas não segurou o resultado e saiu com a derrota por 2 a 1. Com isso, os italianos seguem na lanterna do grupo B, ainda sem somar pontos. Os visitantes ficam no segundo lugar, com quatro pontos.

O Atlético de Madrid ficou mais com a bola e pressionou os italianos no segundo tempo, mas os jogadores do clube espanhol não tiveram precisão na hora de finalizar e só conseguiram encontrar o empate aos 38 minutos, com Griezmann. A virada veio aos 51 minutos, com Luis Suárez cobrando pênalti.