Futebol

Guardiola questiona novo formato da Champions: “Tem que pedir para o ano ter 400 dias”

Gazeta
Gazeta Esportiva

23 de abril de 2021 - 10:58 - Atualizado em 23 de abril de 2021 - 11:30

O técnico Pep Guardiola, do Manchester City, se mostrou contrário ao novo formato da Liga dos Campeões, que valerá a partir de 2024, conforme anunciou a Uefa nessa última semana. Com um maior número de jogos, Pep diz que “nós pedimos qualidade, mas só nos dão quantidade”.

“É sempre a mesma coisa. Nós pedimos qualidade, mas só nos dão quantidade. A culpa não é nossa. Temos que pedir à Uefa e Fifa para aumentar o ano para 400 dias. Me parece a única solução, honestamente”. No novo formato anunciado, a primeira fase do torneio terá  10 jogos e não seis, como no regulamento atual.

Guardiola também se mostrou preocupado com a saúde dos atletas. “Os jogadores adoram jogar, mas vão se lesionar. A Uefa sabe disso, mas não quer fazer nada. É a mesma coisa que obrigarem um ator a fazer uma peça três vezes ao dia. Eles gostam de representar, mas três vezes ao dia é muito”, disse em coletiva de imprensa.

Outro técnico que questionou o novo formato da Liga dos Campeões foi Jurgen Klopp, do Liverpool. “Todos sabem a minha opinião sobre mais jogos. Sim, a Superliga está fora de jogo, bom, muito bom. Mas não é o caso de a nova Champions League ser excelente. A Uefa me mostrou a ideia e eu disse que não gosto, são 10 jogos ao invés de seis. Não faço ideia onde colocá-los”.

A Liga dos Campeões passará a ser disputada entre 36 equipes, e não mais 32. Além disso, não haverá mais fase de grupos e os 16 melhores times dentro da pontuação disputarão as oitavas de final.