Futebol

Gaviões da Fiel cobra reprovação de balanços financeiros do Corinthians

Gazeta
Gazeta Esportiva

23 de abril de 2021 - 16:37 - Atualizado em 23 de abril de 2021 - 17:00

Após a definição de que a reunião do conselho do Corinthians para votar os últimos balanços financeiros será realizada online, a Gaviões da Fiel, principal organizada do clube, se manifestou cobrando a reprovação das contas do Timão.

Em comunicado, a torcida informa que não poderá acompanhar as decisões dos conselheiros no encontro. Porém, destaca que a validação dos balanços seria um “absurdo” e ressalta que, caso sejam aprovados, adotará todos os meios necessários “para que não continuem lesando o clube com ações irresponsáveis”.

Passando por sérios problemas financeiros, a reunião busca discutir a aprovação das finanças dos anos de 2019 e 2020, além da previsão orçamentária de 2021. O compromisso está marcado para o dia 27 de abril.

O Corinthians concluiu o balanço de 2019 com um déficit de R$ 195,4 milhões, enquanto o de 2020 foi fechado com déficit de R$ 123,3 milhões. A dívida saltou de R$ 665 milhões para R$ 982,8 milhões no período em que Andrés Sanchez exerceu o cargo de presidente do clube.

Confira o comunicado da Gaviões da Fiel na íntegra:

NOTA SOBRE A REUNIÃO DO CONSELHO PARA VOTAÇÃO DAS CONTAS 2019 E 2020

Na manhã desta sexta-feira (23), o Conselho Deliberativo do Corinthians emitiu uma nota com alterações na votação das contas de 2019 e 2020.

A reunião será na terça-feira (27), a partir das 18h, em formato on-line e infelizmente não conseguiremos acompanhar e fiscalizar de perto a decisão dos membros do Conselho.

Há um mês, no dia 23 de março, o Conselho de Orientação se reuniu para aprovar o balanço de 2020 com um déficit de mais de 120 milhões de reais. Vale ressaltar que era uma noite de jogo do Corinthians.

Agora, a reunião do Conselho Deliberativo é a última chance das contas não serem aprovadas, podendo mudar o futuro do Clube – e isso não pode ser tratado de qualquer jeito.

A aprovação das contas seria um absurdo e, além disso, deixamos claro que mesmo se os balanços forem aprovados, tomaremos todas as medidas necessárias para que não continuem lesando o clube com ações irresponsáveis.

Caso a votação aconteça como divulgado, seguiremos acompanhando os passos dos conselheiros para que eles ajam sem interesses pessoais e que se responsabilizem pelos seus votos.

Esperamos o posicionamento das oito chapas eleitas (Preto no Branco, Reconstruir, Renovação e Transparência, São Jorge, Tradição Corinthiana, Liberdade Corinthiana, Corinthians Com Respeito e Valores Corinthianos) sobre a reunião da próxima semana.

//GAVIÕES DA FIEL TORCIDA\