Futebol

FC Cascavel vence o Athletico por 2 a 1 e está, pela primeira vez na história, na final do Campeonato Paranaense

Serpente Aurinegra supera os inúmeros desfalques, e com apenas 14 atletas relacionados, vence por 2 a 1, e garante a vaga na decisão, contra o Londrina. Furacão vê acabar o sonho do tetra estadual

Guilherme
Guilherme Almeida
FC Cascavel vence o Athletico por 2 a 1 e está, pela primeira vez na história, na final do Campeonato Paranaense
(Foto: Divulgação)

8 de setembro de 2021 - 17:21 - Atualizado em 9 de setembro de 2021 - 10:53

Na tarde desta quarta-feira (08), FC Cascavel e Athletico se enfrentaram, no Estádio Olímpico Regional, pela partida de volta da semifinal do Campeonato Paranaense.

A Serpente Aurinegra lutou literalmente, contra tudo e todos, e após ter apenas 14 jogadores relacionados para o duelo, conseguiu uma vitória histórica por 2 a 1 contra o Furacão, que coloca a equipe de forma inédita na final do estadual. Rogério e Léo Itaperuna fizeram os gols, enquanto Nikão descontou para o Rubro-Negro.

Com o resultado, o FC Cascavel carimba a passagem histórica para a final do Campeonato Paranaense, para encarar o Londrina, proporcionando após sete anos, uma final entre dois times do interior. A última vez havia sido em 2014, entre o próprio Londrina e o Maringá. Já o Athletico, vê ruir o sonho do tetracampeonato estadual, que seria inédito em sua história.

A grande decisão do Campeonato Paranaense 2021 ainda não tem data para acontecer, e será marcada posteriormente pela Federação Paranaense de Futebol (FPF).

Agora, as equipes voltam a atenção para a disputa do Campeonato Brasileiro. Pela partida de ida da segunda fase da Série D, o FC Cascavel vai até Cianorte, encarar o time da casa, no confronto paranaense decisivo da competição. O jogo será domingo (12), às 16h, no Albino Turbay. Já o Athletico, terá o América-MG no sábado (11), às 16h, na Arena Independência, pela vigésima rodada da Série A, a primeira do returno do campeonato.

FC CASCAVEL 2 X 1 ATHLETICO

O Athletico começou a partida no campo de ataque, e não demorou para abrir o placar. Logo aos cinco minutos, Nikão recebeu passe de Renato Kayzer, e dentro da área, dominou e bateu de perna esquerda, no canto do goleiro Ricardo, que nada pôde fazer.

Precisando reverter o resultado, o FC Cascavel passou a abusar dos chutes de longa distância, primeiro com Gama, aos dez, e depois com Willian Simões, aos 16, mas na primeira tentativa, Anderson defendeu sem problemas, enquanto na segunda, o chute passou por cima do gol, sem direção.

A Serpente Aurinegra teve outra boa chance aos 18, com Carlinhos, que finalizou da linha de fundo, mas Anderson espalmou para escanteio. O Furacão respondeu aos 20, com Márcio Azevedo, que obrigou Ricardo a fazer boa defesa, após chute cruzado.

Após, houve uma queda na intensidade das duas equipes, que abusaram das faltas e dos cartões amarelos. O Athletico só foi ter uma chance novamente aos 39. Jader fez grande jogada individual e tocou para Renato Kayzer, mas o centroavante athleticano furou o chute e perdeu grande oportunidade, quase embaixo do gol. O FC Cascavel teve a última grande chance da primeira etapa aos 41, com Léo Itaperuna, mas o chute saiu beliscando a trave de Anderson.

O FC Cascavel começou a segunda etapa disposto a mudar o panorama da partida, e conseguiu o empate logo aos dois minutos. Sotto saiu em velocidade pela direita, ganhou de Thiago Heleno e cruzou, na cabeça de Rogério, que livre, mandou um peixinho, indefensável para Anderson.

O Athletico respondeu aos 13. Jader recebeu na área, girou sobre a marcação, e chutou. A bola desviou na defesa e saiu raspando a trave de Ricardo.

A Serpente Aurinegra seguiu em cima, e foi premiado com a virada. Aos 18, Sotto cobrou escanteio pela esquerda, Léo Itaperuna se antecipou ao goleiro Anderson e cabeceou para o fundo das redes.

O técnico António Oliveira foi para a base do desespero e mudou por atacado, promovendo as entradas de Nicolas, Erick, Carlos Eduardo, Jaderson e Vinícius Mingotti.

O panorama entretanto, não foi alterado. O Athletico não conseguiu assustar o goleiro Ricardo, e foi incapaz de reverter o resultado. O FC Cascavel, por sua vez, teve tranquilidade para segurar o resultado histórico, que garante a equipe pela primeira vez na história, um lugar na final do estadual, para encarar o Londrina.

(Créditos de imagens: @alinefuracao)

Ficha Técnica

Campeonato Paranaense
Semifinal – Jogo de volta

FC Cascavel: Ricardo; Giaretta, Willian Gomes e Lucas Oliveira; Carlinhos, Gama, Sotto (Duda 2ºT/22″), Henrique e Willian Simões; Rogério (Douglas 2ºT/36″) e Léo Itaperuna (Guima 2ºT/48″)
Técnico: José Luiz Fonseca (interino)
Gols: Rogério (2ºT/02″); Léo Itaperuna (2ºT/18″)
Cartões amarelos:
 José Luiz Fonseca (1ºT/24″); Willian Gomes (2ºT/10″)

Athletico: Anderson; Marcinho, Pedro Henrique e Thiago Heleno; Márcio Azevedo (Nicolas 2ºT/23″), Richard (Erick 2ºT/30″), Jadson (Carlos Eduardo 2ºT/26″) e Juninho; Jader (Jaderson 2ºT/23″), Nikão e Renato Kayzer (Vinícius Mingotti 2ºT/23″)
Técnico: António Oliveira
Gols: Nikão (1ºT/05″)
Cartões amarelos: Richard (1ºT/24″); Jader (1ºT/28″); Pedro Henrique (2ºT/41″)

Local: Olímpico Regional, em Cascavel (PR)
Data: 08/09/2021
Horário:
 15H20
Árbitro: Leonardo Ferreira Lima (PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Zacarias Chumlhak (PR)