Futebol

Cuca comenta relação com Hulk no Atlético-MG: “Deu liga, mas deu briga”

Gazeta
Gazeta Esportiva

6 de dezembro de 2021 - 16:50 - Atualizado em 6 de dezembro de 2021 - 18:15

O Atlético-MG levantou a taça do Brasileirão no último domingo ao vencer o RB Bragantino, no Mineirão, gesto que a torcida do Galo esperava há 50 anos. Dois nomes de destaque da campanha são o técnico Cuca e Hulk, artilheiro da competição com 19 gols.

Em entrevista para a ESPN, o treinador comentou a relação com o atacante, ressaltou que houve divergências e contou uma história para exemplificar.

“Deu liga, mas deu briga e faz parte do trabalho. Se a gente não tiver divergência, não vai ter acerto nas coisas. Algumas coisas vão ter que ser corrigidas no trabalho”, afirmou o técnico.

“Um dia, eu falei para o Hulk ir lá na minha sala. ‘Hulk, eu quero trabalhar você como um nove, esse que é o meu plano com você’. Ele falou: ‘Está bom, professor’. No outro dia, tinha um jogo treino lá em cima, e quando acabou, que ele estava na ponta direita, eu tirei ele no meio tempo e não coloquei ele de nove. Ele falou:’ Você não me colocou de nove’. E eu respondi: ‘Mas eu não falei quando eu ia te colocar de nove, isso vai acontecer com o tempo’, contou o treinador, que também conquistou a Libertadores pelo Galo, em 2013.

Cuca também destacou o processo para que criasse uma relação de confiança mútua com Hulk.

“Era uma busca que ele tinha, porque ele queria mostrar que tinha potencial, que tinha que ter a confiança do treinador e, naturalmente, eu preciso ter confiança dele, porque eu não conheço ele pessoalmente, só vi tudo que ele tinha feito e sabendo que as coisas poderiam dar certo, e deu muito certo. Hoje, com o conhecimento que eu tenho dele e ele de mim, pode-se dizer que somos amigos”, comentou.

O Atlético-MG fecha o Brasileirão contra o Grêmio, na quinta-feira, em Porto Alegre. Depois, o time enfrenta o Athletico-PR na final da Copa do Brasil. Os jogos serão nos dia 12 e 15 deste mês.