Futebol

Cruzeiro sai na frente, mas cede empate ao Goiás pela Série B

Gazeta
Gazeta Esportiva

7 de setembro de 2021 - 23:32 - Atualizado em 8 de setembro de 2021 - 00:00

No encerramento da 22ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, Goiás e Cruzeiro empataram por 1 a 1 nesta terça-feira, no estádio da Serrinha. Os visitantes até abriram o placar com Thiago, mas os donos da casa deixaram tudo igual com Elvis.

Com o resultado, a Raposa segue próxima da zona de rebaixamento. O time de Vanderlei Luxemburgo tem 26 pontos e ocupa a 14ª colocação. Já o Esmeraldino perdeu a chance de assumir a vice-liderança. Com 39 pontos, a equipe do técnico Marcelo Cabo está na terceira posição.

As duas equipes voltam a campo no sábado. Enquanto o Cruzeiro recebe a Ponte Preta na Arena do Jacaré, às 11 horas (de Brasília), o Goiás visita o vice-líder CRB no Rei Pelé, às 21 horas.

O jogo – O primeiro tempo foi de poucas chances de gol. O Goiás foi quem mais chegou ao ataque, mas levou pouco perigo ao gol de Fábio. A primeira chegada foi com o volante Caio, que subiu mais que a defesa do Cruzeiro após cobrança de falta de Elvis, mas mandou por cima.

A melhor oportunidade da primeira etapa foi com Alef Manga. Depois de cobrança de escanteio pela direita, o atacante ficou com a sobra dentro da área e bateu de primeira, tirando tinta do travessão.

O Cruzeiro só chegou com real perigo no segundo tempo, mas com mais efetividade que os donos da casa. Logo na primeira boa chance, a Raposa abriu o placar. Aos 17 minutos, Wellington Nem puxou rápido contra-ataque pelo meio e encontrou Thiago entre os zagueiros. O camisa 18 finalizou por cobertura, de primeira, e superou o goleiro Tadeu.

A vantagem visitante, no entanto, durou pouco, já que o Goiás empatou na saída de bola. Após chegada pela direita, Eduardo Brock tentou cortar, mas acabou mandando a bola nos pés de Nicolas, que tocou para Elvis chegar batendo rasteiro no canto esquerdo de Fábio para empatar.

Na reta final do jogo, o Cruzeiro apostou nos chutes de longe para ficar na frente do placar novamente, mas pecou na pontaria. Wellington Nem chegou a levar perigo em tentativa da entrada da área, mas mandou para fora. Já Marcinho arriscou da intermediária, mas por cima.

A melhor oportunidade cruzeirense veio nos acréscimos. Após chute de Claudinho, Thiago ficou com a sobra na entrada da pequena área, mas chutou para fora.

FICHA TÉCNICA:

GOIÁS 1 X 1 CRUZEIRO

Local: estádio da Hailé Pinheiro, em Goiânia (GO)

Data: 7 de setembro de 2021, terça-feira

Hora: 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Michael Stanislau (RS)

VAR: Braulio da Silva Machado (SC)

Cartões amarelos: Diego, Apodi e Artur (Goiás); Adriano (Cruzeiro)

GOIÁS: Tadeu; Apodi, David Duarte, Reynaldo e Artur; Rezende (Daniel de Pauli), Caio Vinícius (Fellipe Bastos) e Elvis; Diego, Nicolas e Alef Manga (Dadá).

Técnico: Marcelo Cabo

CRUZEIRO: Fábio; Raúl Cáceres, Ramon, Eduardo Brock e Matheus Pereira; Adriano, Rômulo e Giovanni (Claudinho); Wellington Nem, Bruno José (Marcinho) e Rafael Sobis (Thiago).

Técnico: Vanderlei Luxemburgo