Futebol

Cruzeiro não paga dívida por Arrascaeta e recebe nova punição da Fifa

Gazeta
Gazeta Esportiva

30 de junho de 2021 - 14:18 - Atualizado em 30 de junho de 2021 - 14:30

O Cruzeiro recebeu nova punição da Fifa por não pagar os quase R$ 6,5 milhões ao Defensor-URU pela compra de Arrascaeta, em 2015. O prazo final para quitação da dívida terminou nesta segunda-feira e o clube mineiro foi novamente punido com o transfer ban, que o impede de registrar novos atletas.

A sanção foi solicitada pelo advogado do time uruguaio, Eduardo Carlezzo, nesta terça-feira, um dia após o prazo de vencimento da dívida e, segundo o GE, informada aos clubes envolvidos nesta quarta. Com a punição já prevista, a Raposa teve de correr para regularizar reforços, como os laterais Norberto e Jean Victor, o zagueiro Rhodolfo, e os atacantes Wellington Nem, Keké e Eduardo, que foram anunciados na última semana.

Na temporada passada, o Cruzeiro também recebeu outras punições da Fifa por conta de problemas financeiros. A equipe começou a última edição da Série B do Campeonato Brasileiro com menos seis pontos após o não pagamento da dívida Al Wahda pelo empréstimo do volante Denilson, em 2016.

Ainda em 2020, o Cruzeiro foi impedido de registrar novos atletas por conta da dívida com Zorya, da Ucrânia, pela compra do atacante Willian, em 2014. O clube ficou quase dois meses sem poder registrar novos jogadores até quitar os valores.