Futebol

Coritiba perde para o Juventus-SP e está eliminado da Copa São Paulo

Coxa joga bem, cria chances e manda bola no travessão, mas desperdiça pênalti, e dá adeus à Copinha; atacante Masson (2x), e meia Derik, marcam para o Moleque Travesso, que irá encarar o Canaã-BA na terceira fase da competição

Guilherme
Guilherme Almeida
Coritiba perde para o Juventus-SP e está eliminado da Copa São Paulo
Coxa está eliminado da competição (Foto: Reprodução/Coritiba)

13 de janeiro de 2022 - 17:06 - Atualizado em 13 de janeiro de 2022 - 17:06

O Coritiba está eliminado da Copa São Paulo 2022. Na tarde desta quinta-feira (13), o Coxa foi superado pelo Juventus-SP, e perdeu por 3 a 1, gols marcados pelo atacante Masson (2x) e pelo meia Derik. Ricardo Bambu, contra, fez o gol de honra dos paranaenses.

O Coxa jogou bem, criou chances, chegou até mesmo a acertar o travessão, mas desperdiçou uma penalidade e deu adeus a competição.

Com o resultado, a equipe paulista está classificada para encarar o Canaã-BA, que bateu o Real Brasília por 2 a 1. Já o Coxa, após as duas vitórias conquistas na primeira fase, volta para casa.

O resultado significa também, o fim da participação dos clubes paranaenses na Copa São Paulo 2022, pois o Athletico também foi eliminado na segunda-feira (12), enquanto o Londrina também se despediu da disputa nesta manhã, ao ser superado pelo São Caetano-SP, por 1 a 0. O Operário já havia sido eliminado na primeira fase.

JUVENTUS-SP 3 X 1 CORITIBA

O Juventus-SP começou melhor a partida, e não demorou a abrir o placar. Logo aos quatro minutos, o lateral-direito Diogo, do Coritiba, derrubou o atacante Dudu, dentro da área. A arbitragem marcou penalidade máxima, que foi convertida pelo atacante Masson, que deslocou Sidnei e abriu o placar.

O time da casa era melhor em campo, e teve outras oportunidades para ampliar o marcador. No entanto, na primeira boa chegada, o Coxa teve a chance do empate nas mãos, mas desperdiçou. Aos 23 minutos, Kaio se livrou de dois marcadores e foi derrubado pelo zagueiro Ricardo Bambu. Penalidade máxima. Maicky foi para a cobrança, mas mandou rasteiro. Cauã fez tranquila defesa.

Após o pênalti desperdiçado, o jogo passou a ficar nervoso, com muitas faltas e ânimos exaltados, principalmente dos dois treinadores. O Coritiba ainda teve outra chance de empatar a partida, aos 46 minutos, mas Jean Henrique cabeceou no travessão.

O Coxa voltou para a segunda etapa disposto a mudar o panorama da partida. O Verdão do Alto da Glória pressionou muito o Moleque Travesso, e acabou sendo premiado com o empate. Aos 26, após lançamento pela direita, o zagueiro Ricardo Bambu foi tentar cortar mas acabou mandando contra o próprio patrimônio.

No entanto, o gol que poderia mudar a história da partida acabou se transformando em frustração em um curto intervalo de tempo. Aos 32, Jorge levou o segundo cartão amarelo e foi expulso da partida. Com um jogador a mais, o Juventus-SP partiu para cima e foi premiado com a vitória.

Aos 34, Masson recebeu pela esquerda, cortou a marcação e chutou cruzado, marcando seu segundo gol na partida. Aos 38, os paulistas definiram a vitória, com um belo gol marcado por Derik, após falta pela esquerda, cobrada diretamente para o gol. Final de partida, com vitória do Juventus-SP sobre o Coritiba, por 3 a 1.

(Confira os gols da partida)