Futebol

Contra o Botafogo, Coritiba tentará quebrar tabu de 7 anos

Última vitória do Coxa, contra o Fogão, foi pela 30ª rodada da Série A de 2014, quando venceu por 2 a 0, gols marcados pelo meia Alex e pelo atacante Joel

Guilherme
Guilherme Almeida
Contra o Botafogo, Coritiba tentará quebrar tabu de 7 anos
No primeiro turno, Coxa acabou derrotado por 2 a 0 (Foto: Reprodução/Coritiba)

26 de agosto de 2021 - 16:09 - Atualizado em 26 de agosto de 2021 - 16:10

Além da briga para se consolidar ainda mais na liderança da Série B, o Coritiba terá uma outra motivação para o duelo contra o Botafogo, nesta sexta-feira (27), às 21h30, no Couto Pereira, pela 21ª rodada. O Coxa não vence o Fogão desde 2014.

Rivais de longa data, as equipes já se enfrentaram 51 vezes na história, em partidas válidas pelas Séries A e B do Campeonato Brasileiro, Torneio Roberto Gomes Pedrosa, Copa do Brasil e Seletiva para a Copa Libertadores. A vantagem é da equipe carioca que venceu 20 vezes. Também houveram 15 empates, enquanto o Coxa venceu em 16 ocasiões, a última em 2014.

No Couto Pereira

A última vez que o Coritiba saiu de campo com os três pontos, contra o Botafogo, foi em 2014, pela 30ª rodada daquela Série A. Na ocasião, o atacante Joel e o meia Alex fizeram os gols da vitória coxa-branca, no dia 22 de outubro de 2014 no Couto Pereira, mesmo palco do jogo desta sexta-feira.

(Créditos: Sportv)

Após esta partida, as equipes se enfrentaram mais sete vezes, e a vantagem é toda da equipe carioca, que empatou quatro duelos e venceu três vezes, a última no primeiro turno da atual Série B.

Derrota com polêmicas

Pela segunda rodada, o Botafogo venceu o Coritiba por 2 a 0, gols marcados pelo meia Marco Antônio e pelo atacante Chay. O duelo, porém, foi marcado por muita reclamação dos jogadores do Coxa, especialmente por dois lances.

O primeiro, foi o gol invalidado do lateral-direito Igor, que marcou após cobrança de falta. No lance em questão, a arbitragem havia autorizado a batida da infração, no entanto, o gol acabou sendo invalidado pelo fato dos jogadores da equipe carioca ainda estarem se arrumando na barreira.

A reclamação do Coxa foi pelo árbitro baiano Dewson Fernando Freitas da Silva ter autorizado a cobrança, o que caracterizaria o gol como sendo legal.

A segunda polêmica ficou pelo lance do primeiro gol do Botafogo, originado após uma cobrança de pênalti, cometido por Rafinha. No lance em questão, a bola bateu no braço do meia do Coritiba, mas após rebatida na defesa do clube alviverde, o que caracterizaria uma jogada sem intenção.

(Confira os melhores momentos abaixo)

(Créditos: ge.globo)

Provável escalação

Polêmicas à parte, o técnico Gustavo Morínigo poderá, pelo terceiro jogo seguido, repetir a escalação do Coritiba, para esta “revanche” contra o Botafogo.

Os únicos desfalques seguem sendo o meia Edson Carioca e o atacante William Alves, que estão machucados. O atacante Luizão, que foi desfalque na vitória contra o Avaí, está recuperado e volta a ficar à disposição. O restante da equipe deverá ser a mesma que bateu os catarinenses, na abertura do returno.

Com isso, uma provável escalação tem: Wilson; Natanael, Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias, Val e Robinho; Waguininho, Igor Paixão e Léo Gamalho.

Coritiba e Botafogo se enfrentam nesta sexta-feira (27), às 21h30, no Couto Pereira, pela 21ª rodada da Série B. O Coxa lidera a competição, com 39 pontos, três na frente do CRB, vice-líder. Já o Botafogo, tenta entrar no G-4. O Fogão é o sétimo colocado, com 32 pontos.