Futebol

Complexidade não deve evitar chegada de Roger Guedes ao Corinthians

Gazeta
Gazeta Esportiva

17 de agosto de 2021 - 06:00 - Atualizado em 17 de agosto de 2021 - 06:30

A situação de Roger Guedes está cada vez mais perto de ser definida. No Corinthians, o clima de otimismo cresceu nos últimos dias. Dentro do Parque São Jorge, há esperança de que a rescisão contratual do atacante com o Shandong Luneng saia até o fim desta semana.

Os representantes de Roger Guedes na negociação são sempre mais cautelosos e não deixam de reforçar a complexidade do caso. Eles seguem evitando colocar prazo para um desfecho.

Além de convencer os dirigentes do Shandong Luneng e acertar as questões jurídicas, a burocracia para que tudo seja consumado é apontada como um dos principais fatores para a morosidade de todo o processo.

O jogador de 24 anos está em São Paulo e já alugou um imóvel para morar com a família. Ele tem um acordo verbal com o Corinthians e tudo depende da liberação dos chineses.

Apesar de não ser uma situação simples, é pequena a chance de Roger Guedes não se tornar reforço do Corinthians. Por isso, o jogador está adiantando decisões sobre sua vida particular na capital paulista.

O staff de Roger Guedes precisa conseguir a quebra de contrato até 30 de agosto para que o jogador possa atuar no Brasil ainda nesta temporada.

Na eventualidade dos chineses tentarem evitar essa transferência, a Fifa seria acionada. Como Roger Guedes está impossibilitado de trabalhar desde dezembro de 2020, não há muita dúvida de que ele teria a liberação concedida.

A tentativa de se desligar do Shandong Luneng se tornou uma prioridade entre março e abril, a partir do momento que o jogador não pôde mais retornar ao país asiático devido a pandemia do coronavírus.

Mesmo assim, inicialmente, os chineses externaram o desejo de continuar contando com o atleta, que tem contrato firmado até maio de 2022.

O Corinthians não participa das negociações com o Shandong Luneng e apenas aguarda, cada vez mais esperançoso.