Futebol

Com novo esquema, São Paulo de Ceni se destaca pela forte marcação

Gazeta
Gazeta Esportiva

20 de outubro de 2021 - 07:00 - Atualizado em 20 de outubro de 2021 - 07:15

Rogério Ceni comandou o São Paulo em apenas dois jogos, mas já nota-se como o Tricolor Paulista está mais combativo sem bola. No 4-1-3-2 implementado pelo treinador, o time não tem deixado os adversários respirarem.

No empate em 1 a 1 com o Ceará, o São Paulo desarmou 10 vezes ao longo do jogo. Contra o Corinthians, o número subiu para 20. Os números são disponibilizados pelo Footstats.

A postura do time tem sido de pressão desde a saída de bola do adversário, com Luciano e Calleri encurtando o espaço dos zagueiros. Benítez, conhecido por não ser tão eficiente na marcação, teve papel importante no Majestoso marcando individualmente Victor Cantillo, responsável por ditar o ritmo de jogo do Corinthians.

Gabriel Sara e Igor Gomes encurtam o espaço dos laterais e Liziero toma conta da entrada da área, sendo importante para pressionar os meio-campistas do adversário.

Contra o Timão, o São Paulo concedeu oito finalizações, mas apenas duas foram na direção de Volpi. Apesar do êxito, Ceni deixou claro que esse não é seu esquema favorito. “Eles [jogadores] estão confiando em um sistema de jogo que não é o sistema que eu mais gosto, mas que foi avaliado como o melhor para esse momento que estamos vivendo.”

O próximo jogo do São Paulo será contra o Bragantino, domingo, às 18h15 (de Brasília). O Tricolor Paulista está na 12ª colocação do Brasileirão, com 34 pontos.