Futebol

Com liderança e classificação em jogo, Cascavel recebe o São Joseense nesta quarta-feira

Chegou o dia de recuperar o lugar mais alto da tabela e quem sabe carimbar a classificação para a próxima fase

Com liderança e classificação em jogo, Cascavel recebe o São Joseense nesta quarta-feira
(Foto: Divulgação Cascavel)

16 de fevereiro de 2022 - 09:47 - Atualizado em 16 de fevereiro de 2022 - 15:10

Nesta quarta-feira (16), às 21h30, no Estádio Olímpico Regional, o Cascavel defende uma invencibilidade de 21 partidas jogando em casa. Sem falar que o time está com 100% de aproveitamento como mandante em 2022, foram quatro vitórias em Cascavel. O adversário de logo mais será o São Joseense, que estreia na elite do futebol profissional.

Os bons resultados colocaram a Serpente para brigar pelo topo da tabela mais uma vez. O time divide a liderança com Operário e Coritiba, todos com 14 pontos. A vantagem, por enquanto, fica com o time de Ponta Grossa pelo critério de saldo de gols. O Fantasma tem oito, o Coxa tem cinco e a Serpente três de saldo.

Invicto no Olímpico

O Cascavel defende uma das maiores marcadas do Estado, se não do país! São 21 jogos sem perder como mandante. A última derrota foi no dia 21 de março de 2019, para o Rio Branco por 1 a 0.

Sem falar que, nesta temporada, foram quatro jogos no Olímpico Regional pelo Campeonato Paranaense. A Serpente venceu o Rio Branco por W.O, o União por 2 a 1, o Londrina por 2 a 0 e o Paraná por 2 a 1. Em casa a média é de mais de dois gols por partida.

Melhor defesa

Apesar se ser o primeiro ano ao lado dos melhores times do Estado, o clube de São José dos Pinhais vem mostrando boas atuações e nesse momento está entre os oito na tabela de classificação, garantindo uma vaga no mata-mata. E é bom o Cascavel ficar de olho, porque o São Joseense tem velhos conhecidos em alta, de um rival não tão distante.

O meia-atacante Júlio Pacato e o goleiro André Luiz, foram vice campeões Paranaense em 2019, defendendo a camisa do Toledo Esporte Clube. André teve, inclusive, passagens pela Série B do Campeonato Brasileiro com a camisa do Operário. Ele é um dos responsáveis pelo time ter a melhor defesa do Estadual, ao lado do Athletico Paranaense, com apenas três gols sofridos em sete jogos.

Além do vice no Paranaense com o Toledo, Pacato já levantou o caneco da extinta Primeira Liga com a camisa do Londrina.

Todos nós estamos encarando como uma partida muito difícil. É uma equipe que está com 10 pontos, mas já enfrentou potências do campeonato. Eles vêm para cá para pontuar. Nós temos que estar muito concentrados”

Zé Luiz, auxiliar do técnico Tcheco

Provável Cascavel

O técnico Tcheco tem adotado um sistema diferente e nessa temporada optou por não repetir escalações. Ele tem mandado a campo jogadores que condizem com o ritmo da partida. Exemplo do volante França como titular diante do Coxa, o jogo era pra ele, e foi. Desfalque certo é do atacante Tiarinha, que fez exames na última terça-feira (15) e não vai pra partida.

Um provável Cascavel de ter Douglas no gol; uma linha de quatro defensores com Mikael Doka, Jamerson, Giaretta e Willian Simões; no meio França (Gama), Willian, Robinho e Fabricio Bigode (Echeverria); no ataque Léo Itaperuna e Samuel (Núbio Flávio).

Provável São Joseense

O técnico Marcos Skavinski deve repetir a mesma formação que venceu o Maringá na última rodada por 2 a 0.

Um provável São Joseense para esta quarta-feira deve ter o goleiro André Luis; Léo Alaba, Dirceu, Bruno Oliveira e Rael; Caio César, Júlio Pacato, Marcinho, Gabriel Honório e Alisson Taddei; no ataque Kalil.

(Foto: Divulgação Cascavel)
Um olho aqui, outro na terça

Se vencer o São Joseense o Cascavel chegaria aos 17 pontos em oito partidas. O primeiro time fora da zona de classificação para a próxima fase é o Azuriz, com sete. A equipe de Francisco Beltrão encara nesta quarta-feira, às 18h, o Rio Branco, em Paranaguá.

Depois desta rodada, restariam três partidas para o final do Estadual e apenas nove pontos em disputa. Se o Azuriz não vencer o Leão da Estradinha e o Cascavel passar pelo São Joseense, a Serpente garante a vaga para a próxima fase.

Uma vitória nesta quarta-feira seria fundamental para o Cascavel focar no jogo mais importante do ano até aqui. Na próxima terça-feira (22), contra a Ponte Preta pela primeira fase da Copa do Brasil. Tcheco teria mais tranquilidade para trabalhar o time para o confronto diante da Macaca, já que a vaga para o Paranaense estaria garantida.

Quem sabe até poupar jogadores no próximo sábado (19), fora de casa, contra o próprio Azuriz. Por que não?