Futebol

Carille valoriza atuação do Santos contra o Inter e mira a Sula: “Muito satisfeito”

Gazeta
Gazeta Esportiva

28 de novembro de 2021 - 20:55 - Atualizado em 28 de novembro de 2021 - 22:15

O técnico Fábio Carille exaltou o empate do Santos em 1 a 1 diante do Internacional neste domingo, no Beira-Rio, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Peixe foi pior no primeiro tempo, mas melhorou na etapa final, empatou com Marcos Leonardo e poderia ter virado.

“Vamos buscando alternativas. Às vezes temos dificuldade no primeiro tempo, aí organizamos no intervalo e equipe corresponde. Achei nosso primeiro tempo bom também, mas nosso segundo tempo foi muito melhor. Criamos chances, com bola no pé, e saio muito satisfeito”, disse Carille, em entrevista coletiva, antes de comentar sobre a entrada de Camacho no intervalo.

“Felipe (Jonatan) se queixou no primeiro tempo de dor. Troca passou primeiro por isso. Ia voltar com os mesmos jogadores e esperar um pouco mais para colocar a qualidade do Sandry e Camacho, mas Felipe reclamou de uma dor que reclama há um tempo e por isso mudei. Creio que se o Felipe continuasse com os nossos ajustes, também iríamos crescer no segundo tempo. Se tivesse que ter uma equipe vitoriosa, teria que ser o Santos. Tivemos as chances mais claras com Ângelo, Madson e Marcos Leonardo”, completou.

O Alvinegro chegou em 46 pontos e corre um risco mínimo de rebaixamento. O foco agora é a Sul-Americana.

“Matematicamente, ainda não (livres do rebaixamento). Equipes com 40 pontos dentro e fora da zona de rebaixamento (Bahia e Juventude) faltando duas rodadas. E já que estamos chegando com essa pontuação, podemos até sonhar com algo maior. 49 tem chance grande de Sul-Americana. Colocar o Santos nos torneios do continente vai ser gratificante e prazeroso para todos nós”, concluiu o técnico.

Na próxima rodada, o Santos enfrentará o Flamengo no Maracanã, dia 6 de dezembro.