Futebol

Botafogo trabalha para resgatar poder ofensivo na Série B do Brasileirão

Gazeta
Gazeta Esportiva

16 de outubro de 2021 - 16:59 - Atualizado em 16 de outubro de 2021 - 17:15

Com mais de uma semana livre para treinos, o Botafogo tem utilizado o respiro no calendário para recuperar a equipe fisica e, acima de tudo, ofensivamente. O setor de ataque do time comandado pelo técnico Enderson Moreira tem oscilado nas últimas semanas e tornou-se um problema para a sequencia da Série B do Campeonato Brasileiro.

Apesar de ainda ter o melhor ataque da competição, com 42 gols marcados, o desempenho ofensivo do Alvinegro caiu neste momento de oscilação que o clube vive. Nos últimos seis jogos que disputou, o Fogão passou em branco em três partidas e, nas outras três, balançou as redes apenas quatro vezes.

O clube carioca não marcou na derrota para o CSA, fora de casa, pela 25ª rodada. Depois, ficou no 0 a 0 com o Vitória, pela 28ª rodada, também fora de casa. Na última terça-feira, novo empate sem gols, agora com Cruzeiro, em Belo Horizonte. Contra o rival mineiro, o Botafogo encontrou muita dificuldade para criar e pouco finalizou a gol.

Como só volta a campo na quarta-feira, diante do Brusque, no estádio Nilton Santos, Enderson Moreira ainda tem mais três dias para trabalhar o setor ofensivo e recuperar o melhor futebol de alguns nomes, como Chay. Destaque do time, o camisa 14 não marca há dez jogos. Entretanto, teve participação em gols com assistências. Foram quatro passes decisivos neste período.

O jejum de Rafael Navarro, no entanto, é menor. O centroavante não marca há quatro rodadas – deu uma assistência neste período. O atacante soma dez gols e oito assistências nesta Série B.