Futebol

Botafogo fica perto de anunciar o atacante Fernandão

Gazeta
Gazeta Esportiva

13 de setembro de 2021 - 18:13 - Atualizado em 13 de setembro de 2021 - 18:45

O Botafogo está perto de anunciar o atacante Fernandão, ex-Goiás, como reforço para seu elenco. Mas sua chegada não é para agora, já que ele não entra em campo desde fevereiro e enfrenta uma denúncia por uso de doping. Seu julgamento será em novembro e, se for absolvido, ficará à disposição.

O objetivo da diretoria alvinegra é assegurar a um custo muito baixo um centroavante para 2022. Segundo o repórter Venê Casagrande, do O Dia, o atleta de 34 anos já está realizando exames médicos no clube.

Em 2020, Fernandão formou a dupla de ataque do Goiás no Brasileirão ao lado de Rafael Moura, hoje no Botafogo. Apesar do rebaixamento dos goianos, Fernandão anotou 10 gols em 24 jogos.

Com grande estatura, Fernandão tem passagens por vários clubes do Brasil e até do exterior. Cria das categorias de base do América-RJ, ele passou por Flamengo, Paysandu, Guarani, Palmeiras, Athletico Paranaense, Bahia. Seu auge na carreira foi no Fenerbahçe, da Turquia, onde anotou 50 gols em 104 jogos, entre 2015 e 2018.

Com a possibilidade de perder o atacante Rafael Navarro em dezembro, o Botafogo decidiu investir em Fernandão. O clube, entretanto, está protegido com a possibilidade de rescindir o vínculo caso ele sofra uma longa punição no caso de doping.

De qualquer forma, a contratação não escapou de críticas. Uma das mais contundentes foi do ex-treinador do Botafogo, Renê Simões, hoje comentarista da Band.

“O Goiás tentou essa composição (Fernandão e Rafael Moura) e não deu em nada. Eu não entendi. Se vai sair o Navarro para o ano que vem, vai contratar jogador experiente? Se é para agora, para emergência, não para ser titular, até pode ser. Mas honestamente não o vejo compondo o elenco do Botafogo atual não. Preferia um jogador mais rápido, de velocidade, do que um que ficasse mais parado e na emergência metesse a bola lá na área. Já tem o Rafael Moura, vai botar os dois?”, avaliou Renê no programa Donos da Bola.