Futebol

São Paulo e Athletico empatam por 0 a 0 e ainda não afastam o risco de rebaixamento

Tricolor Paulista é melhor na partida, cria chances, mas não consegue passar pela defesa do Furacão, que faz jogo pouco inspirado ofensivamente; equipes ainda não se livraram do risco de rebaixamento à Série B

Guilherme
Guilherme Almeida
São Paulo e Athletico empatam por 0 a 0 e ainda não afastam o risco de rebaixamento
Equipes não saíram do empate sem gols (Foto: José Tramontin/Athletico)

24 de novembro de 2021 - 23:30 - Atualizado em 24 de novembro de 2021 - 23:41

Na noite desta quarta-feira (24), São Paulo e  Athletico se enfrentaram, no Estádio do Morumbi, pela 34ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Na primeira partida disputada após conquistar o bicampeonato da Copa Sul-Americana, o Furacão não conseguiu ter uma jornada inspirada. Mesmo com todos seus titulares em campo, a equipe teve uma partida fraca ofensivamente, e não saiu de um empate por 0 a 0 contra o Tricolor Paulista, que apesar de ter criado as melhores chances, não conseguiu marcar e sair com os três pontos, frustrando os 43.391 torcedores presentes no Morumbi.

Com o resultado, as duas equipes somam um ponto na tabela, mas ainda não afastaram por completo o risco de rebaixamento. O São Paulo permanece na 14ª colocação, com 42 pontos, mesma pontuação do Athletico, que subiu para o 12º segundo lugar, ultrapassando o Santos, que ainda joga na rodada e também tem 42 unidades.

As equipes voltam a campo neste final de semana, para a 36ª rodada da competição, pois os seus respectivos jogos da 35ª rodada, serão apenas na próxima semana. O São Paulo jogará novamente no Morumbi, contra o Sport, no sábado (27), às 21h30. No domingo (28), o Athletico novamente irá enfrentar um clube paulista. O adversário da vez será o Corinthians, na Neo Química Arena, às 16h.

SÃO PAULO 0 X 0 ATHLETICO

Contando com o apoio da torcida, o São Paulo começou melhor a partida, sufocando o Athletico. Foram, ao menos, quatro boas chances de abrir o placar nos primeiros 11 minutos. Calleri e Rigoni foram os jogadores mais perigosos, mas ambos pararam em Santos, que fez uma defesaça no chute de Rigoni, aos 11. O atacante bateu da entrada da área, no ângulo, mas o arqueiro athleticano voou e mandou para escanteio.

Apesar de estar bem postado em campo, o Athletico não conseguia sair da defesa, tamanho o domínio imposto pelo São Paulo. Para piorar o cenário, o Furacão ainda viu Renato Kayzer precisar ser substituído por Pedro Rocha, logo aos 24 minutos, após o atacante levar uma solada de Reinaldo, que só recebeu cartão amarelo pelo lance. Houve muita reclamação dos jogadores do Rubro-Negro, que pediram a expulsão do jogador são-paulino.

O Tricolor, porém, apesar de ter mais domínio da partida, não conseguiu furar a bem postada defesa athleticana, que contrastou com o setor de criação da equipe, o qual não ameaçou nenhuma vez a meta de Tiago Volpi, nem mesmo em chutes de longa distância. Com isso, o placar no primeiro tempo ficou mesmo inalterado.

O segundo tempo começou como terminou o primeiro. Com o São Paulo pressionando. Logo aos dois minutos, cortou a marcação e teve ótima oportunidade para marcar, mas Marcinho conseguiu fazer o corte antes que a bola passasse por Santos.

Após esta pressão inicial, porém, o jogo teve uma queda de produção. Rogério Ceni e Alberto Valentim efetuaram alterações para tentar mudar o panorama da partida, mas a intensidade continuava baixa. Apesar de ter mais a posse de bola, o São Paulo não conseguia mais chegar com tanto perigo, enquanto o Athletico, teve uma única finalização ao gol, com Christian, mas que não assustou Tiago Volpi.

Com as duas equipes se mostrando até certo ponto, satisfeitas com o resultado, o placar permaneceu mesmo inalterado, frustrando os 43.391 torcedores que compareceram ao Morumbi.

Ficha Técnica

Campeonato Brasileiro Série A
34ª rodada

São Paulo: Tiago Volpi; Igor Vinicius (Orejuela 2ºT/37″), Arboleda, Miranda e Reinaldo (Léo 2ºT/00″); Rodrigo Nestor (Vitor Bueno 2ºT/36″), Igor Gomes, Gabriel Sara e Marquinhos (Benítez 2ºT/00″); Rigoni e Calleri (Pablo 2ºT/14″)
Técnico: Rogério Ceni
Gols: 
Cartões amarelos: Reinaldo (1ºT/13″); Calleri (1ºT/28″); Léo (2ºT/44″)

Athletico: Santos; Pedro Henrique (Zé Ivaldo 2ºT/14″), Thiago Heleno e Nico Hernández; Marcinho, Erick, Léo Cittadini (Guilherme Bissoli 2ºT/26″) e Abner 9Nicolas 2ºT/26″); Nikão, David Terans (Christian 2ºT/00″) e Renato Kayzer (Pedro Rocha 1ºT/24″)
Técnico: Alberto Valentim
Gols: 
Cartões amarelos: Santos (1ºT/28″); Marcinho (2ºT/25″)

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 24/11/2021
Horário:
 21h30
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e José Eduardo Calza (RS)
Árbitro de vídeo: Daniel Nobre Bins (RS)