Culinária e Gastronomia

Comida di Buteco 2021: Competição gastronômica começa neste mês em Curitiba

Concurso terá a temática “raízes” e público poderá receber o petisco em casa pela primeira vez na história

Abonico
Abonico Smith / Jornalista e professor especializado em arte, cultura e entretenimento
Comida di Buteco 2021: Competição gastronômica começa neste mês em Curitiba
Petisco vencedor de 2018 - Bomdepetiscar do Schnaps (Foto: Eduardo Murphy)

17 de julho de 2021 - 12:36 - Atualizado em 17 de julho de 2021 - 12:47

Após 4 adiamentos em função da pandemia, o concurso mais amado do Brasil está de volta: de 30 de julho a 22 de agosto acontece o Comida di Buteco. Sua 21ª edição terá foco no delivery, fato inédito na história do concurso. Serão 21 bares participantes em Curitiba que funcionam de acordo com as regras determinada pelos governos municipais.

“Nossa missão de transformar vidas através da cozinha de raiz se faz mais necessária do que nunca. Se a preocupação em preservar e evoluir os pequenos negócios familiares chamados ‘butecos’ já era o nosso propósito, com pandemia se tornou urgente. O segmento de bares e restaurantes está entre os que mais sofreram com a pandemia, pois foram um dos primeiros a terem medidas restritivas de funcionamento e que se farão necessárias ainda por um bom tempo”,

comenta Filipe Pereira, organizador do Comida di Buteco.  Pereira ainda comenta que 30% dos butecos participantes do concurso em todo o Brasil tiveram suas portas fechadas neste último ano.

Comida di Buteco 2021

Assim como seria no ano passado, o tema do concurso será “raízes”. Ou seja, esse é um ingrediente obrigatório no prato, seja no preparo do petisco, no molho e até como elemento decorativo. O público que quiser provar o prato participante, nesta edição, poderá pedir através do delivery ou buscando nos butecos, no formato “para levar”. Os telefones dos butecos participantes serão divulgados no site do Comida di Buteco ou então podem ser encontrados no 99Food. Além disso, o consumidor que se sentir seguro pode participar presencialmente.

“Temos orientado os butecos participantes a cumprir rigorosamente as regras definidas e limitar o atendimento à capacidade permitida no estabelecimento e estamos continuamente checando e reforçando esse cumprimento”,

afirma Pereira.

Uma prova disso é a parceria do concurso com a Tagme – plataforma que permite o agendamento de mesas e a digitalização dos cardápios – para que os butequeiros possam planejar com segurança sua ida ao buteco. 

Petisco Jardinete, edição de 2019 (Foto: Eduardo Murphy)

Concurso Comida di Buteco em Curitiba

A competição inicia no dia 30 de julho e vai até 22 de agosto. Durante estes 24 dias apenas quem for ao buteco poderá votar para eleger o melhor de Curitiba. Isso porque, além do sabor do prato, é avaliado também o atendimento, higiene e temperatura da bebida. O peso da nota do petisco é o maior, com 70%, e as demais categorias tem o peso de 10% cada uma. O voto do público vale 50% do peso total e um grupo de jurados especialistas, críticos e butequeiros de plantão tem os outros 50%.   

Após ser coroado o melhor buteco da cidade, o eleito participará da segunda etapa do concurso que há 5 anos elege o melhor do Brasil. Nessa fase, há uma nova comissão de jurados, escolhida especificamente para esse momento, que vai visitar os campeões de cada cidade avaliando sua performance nas mesmas quatro categorias (petisco, atendimento, temperatura da bebida e higiene). Cada campeão recebe três jurados (um da sua cidade e dois de outras cidades) e por fim elege-se em julho o Melhor Buteco do Brasil. 

História

O Comida di Buteco foi criado nos anos 2000, em Belo Horizonte (MG), com a ideia de instigar a criatividade dos butecos. Desde então, os bares são analisados pelo petiscos, ambiente, higiene e atendimento, e o lema é até hoje transformar a vida dessas pessoas por meio da cozinha raiz. Com o reconhecimento do concurso, o projeto foi se expandindo para outras cidades, e há cinco anos o Comida di Buteco elege também o melhor buteco do Brasil. 

Atualmente são 21 circuitos em mais de 40 cidades que comemoram o mês da botecagem. Do estado de Minas Gerais (berço do concurso): Belo Horizonte, Juiz de Fora, Montes Claros, Uberlândia, Poços de Caldas, Vale do Aço – Timóteo, Ipatinga e Coronel Fabriciano. De São Paulo: São Paulo capital, Campinas, Jaguariúna, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto. Do Rio de Janeiro: Rio Capital, Baixada Fluminense e Niterói. Do Nordeste do Brasil: Salvador (BA), Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes (PE), Fortaleza (CE). Da região Norte: Belém e Ananindeua (PA), Manaus (AM), Da região sul: Florianópolis (SC), Porto Alegre e Canoas (RS) e Curitiba (PR). E da região Centro-Oeste: Brasília, Guará, Aguas Claras, Taguatinga (DF), Goiânia e Aparecida de Goiânia (GO).

O Comida di Buteco é 100% viabilizado com investimento de empresas que acreditam na sua CAUSA, como plataforma de desenvolvimento de suas marcas, pois nenhum buteco participante paga nada para participar nem é obrigado a consumir nenhum produto dos patrocinadores. 

Movimento Salve os Butecos

E para quem deseja ajudar os butecos de outras maneiras foi ainda criado o movimento Salve os Butecos, cujo objetivo é ajudar a gerar fluxo de caixa de forma que esses bares possam se reerguer. Todos podem participar através de doações: consumidores, empresas, veículos de comunicação e mídia. Elas podem ser em espécie, produtos (no caso de empresas que atendem diretamente os butecos) e espaços na mídia para divulgar a campanha. 

A meta é arrecadar R$ 3 milhões entre julho e agosto e dividir igualmente entre os butecos participantes do concurso em todo o Brasil. O acompanhamento das doações será através do “butecômetro” no site comidadibuteco.com.br.  A conta para doações é: 

Banco Santander 033 
Agência: 1595 
Conta número: 130023050 
Comida di Buteco Produções Gastronômicas LTDA 
CNPJ: 06.204.569/0001-55 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.