Esportes

Zagueiro Breno, ex-São Paulo, aciona Vasco na justiça e cobra R$ 13 milhões

Gazeta
Gazeta Esportiva
Zagueiro Breno, ex-São Paulo, aciona Vasco na justiça e cobra R$ 13 milhões

12 de março de 2021 - 12:38 - Atualizado em 12 de março de 2021 - 12:45

O zagueiro Breno, revelado no São Paulo, entrou na justiça contra o Vasco e cobra R$13 milhões. O valor é relativo a atraso de pagamentos de salários e direitos trabalhistas, segundo divulgado pelo jornal O Globo.

Breno vai à justiça contra Vasco (Foto: Divulgação/Vasco)

A juíza Kiria Simões Garcia, da 71ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro, estabeleceu o prazo de 15 dias para o clube se defender e apresentar manifestação.

“Além de ter salários em atraso, 13º, férias, a multa por atraso no pagamento das férias, três anos sem nenhum depósito do FGTS, o Vasco, como qualquer empresa, tem obrigação de prorrogar o contrato quando há acidente de trabalho. O Breno ainda estava em tratamento ao final do contrato, ele não tinha condições de atuar, ou seja, o Vasco tinha de prorrogar o contrato por pelo menos mais um ano, é o que determina a lei. Isso se chama estabilidade provisória”, disse Filipe Rino, advogado do defensor, ao portal GE.

“Antes de entrarmos com a ação, notificamos o Vasco, por duas vezes, ainda em janeiro. E o Vasco sequer respondeu. Com essa negativa, como determina a lei, o Breno passa a ter direito a essa indenização. A inércia do Vasco em prorrogar o contrato foi o que desencadeou os pedidos da ação”, completou.

Breno chegou ao Vasco em 2017, emprestado pelo São Paulo, até ficar em definitivo. No período em que atuou no Gigante da Colina, Breno passou por quatro cirurgias, sendo três no joelho esquerdo e uma no direito. Os advogados do jogador alegam que o jogador segue no processo de recuperação do procedimento realizado em novembro de 2019. O contrato de Breno com o clube carioca se encerrou em dezembro de 2020.