Bastidores

Você sabia? Improvisação motivou saída de Dorival do Santos em 2017

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Você sabia? Improvisação motivou saída de Dorival do Santos em 2017

26 de maio de 2020 - 00:00 - Atualizado em 26 de maio de 2020 - 00:00

O técnico Dorival Júnior foi demitido em junho de 2017, após 23 meses sob o comando do Santos em sua segunda passagem pelo clube.

O Peixe teve uma vitória e três derrotas em quatro rodadas do Campeonato Brasileiro – e a última delas diante do Corinthians, por 2 a 0, em Itaquera.

O desempenho esteve abaixo do esperado, mas uma situação específica motivou a decisão do presidente Modesto Roma: a improvisação.

Dorival Júnior tentava esquema com Yuri como “zagueiro/volante” (Foto: Divulgação/SFC)

À época, Dorival tentava implantar um esquema com apenas um zagueiro e Yuri como “líbero”. A insistência pelo volante na defesa incentivou Modesto sugerir ao Comitê de Gestão a saída. Naquela altura, o presidente justificou como “hora de chacoalhar a roseira”.

Dorival Júnior dirigiu o Santos em 2010 e depois entre 2015 e 2017. O treinador trabalha atualmente no Athletico-PR.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.