Esportes

Vilson Ribeiro de Andrade e jogadores do Coritiba prestam homenagens a Renato Follador

Presidente teve a morte confirmada na noite desta sábado (03), vítima da covid-19

Mariana
Mariana Becker
Vilson Ribeiro de Andrade e jogadores do Coritiba prestam homenagens a Renato Follador
(Créditos: Divulgação/Coritiba)

4 de julho de 2021 - 00:24 - Atualizado em 4 de julho de 2021 - 00:24

Vice-presidente em 2010 e 2011 e presidente de 2012 até 2014, Vilson Ribeiro de Andrade, lamentou o falecimento do presidente do Coritiba, Renato Follador, na noite deste sábado (03), vítima da covid-19.

“Seus sonhos serão nossa missão agora. Seus legados estarão juntos conosco por tudo aquilo que ele construiu e por tudo que queria realizar. Nesse momento de profunda dor, em que sofremos junto a todos que ele tanto amava, temos o dever de continuar sua obra e realizar a sua caminhada. Ela sempre estará junto de nós. Até breve querido Presidente Renato Follador.”

Vilson também faz parte da diretoria criada por Follador e que assumiu a presidência do clube no começo de 2021. O dirigente foi internado no começo de junho no Hospital do Rocio, em Campo Largo região metropolitana de Curitiba e não resistiu às complicações da doença.

Os jogadores do Coritiba também prestaram homenagens e lamentaram a perda nas redes sociais.

“Que duro golpe. Descanse em paz presidente”, afirmou o goleiro Wilson

“Que Deus conforte o coração dos familiares e amigos! Muito triste!”, disse Val

“Triste notícia. Que Deus conforte os familiares e amigos.” declarou Wellington Carvalho

Além deles, José Carlos Brunoro, ex-diretor executivo do Coritiba na atual gestão também deixou uma mensagem ao presidente nas redes sociais.

“Hoje tive a triste notícia do falecimento do presidente do Coritiba Renato Follador, um amigo que aprendi a admirar e respeitar durante a minha permanência no clube. Meus sentimentos à família.”

Follador foi eleito para o triênio 2021/23 e prometeu várias mudanças no clube, que na época estava prestes a ser rebaixado para a Série B, o que veio a se confirmar. Pré-candidato desde 2019, ele já havia participado da gestão de Rogério Bacellar em 2015/17, como consultor financeiro.

Além disso, a história do dirigente com o Coxa é antiga, ele é filho do ídolo alviverde, Renatinho, atleta campeão nos anos 40 e 50. E ele também vestiu a camiseta coxa-branca como jogador profissional na década de 70.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.