Esportes

Vice-presidente do Flamengo diz que redução de salários é inevitável

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

28 de abril de 2020 - 00:00 - Atualizado em 28 de abril de 2020 - 00:00

O Flamengo se movimenta para encaminhar um acordo de redução de salários com funcionários e jogadores. A medida vinha sendo adiada mas a continuidade da crise demanda da diretoria uma ação nesse sentido. Entre os clubes grandes do Rio, o Fluminense é o único que já anunciou um acordo.

Para o Vice-Presidente Geral do Flamengo, Rodrigo Dunshee de Abrantes, essa é uma questão inevitável.

Rodrigo Dunshee de Abrantes falou sobre as finanças do Flamengo

“Não sabemos quanto vai durar a pandemia. 90% dos setores estão sofrendo restrições financeiras. Do ponto de vista trabalhista, eu entendo que todo mundo tem que ter uma dose de colaboração, inclusive os funcionários”, afirmou Dunshee em entrevista à FlaTv.

“Então uma redução, suspensão, redução pequena ou média, depende do porte da empresa. Isso vai ser inevitável, a legislação permitiu. O Flamengo está consciente de que quem ganha menos sofre mais e tá observando isso. O Presidente Landim não vai deixar isso não”, seguiu.

O dirigente se mostrou confiante que o momento passaré e prevê o Flamengo ainda mais forte. “Estamos trabalhando muito e a gente está conseguindo. A gente tem um novo desafio, esse desafio da pandemia, que é enorme. Mas estamos trabalhando e o Flamengo vai voltar forte. E sempre mais forte finalizou”, finalizou.