Bragantino

Vasco recebe o Bragantino para não se afastar dos líderes do Brasileirão

Gazeta
Gazeta Esportiva

26 de setembro de 2020 - 20:00 - Atualizado em 26 de setembro de 2020 - 20:15

O Vasco teve um bom aproveitamento no início do Brasileirão e chegou a disputar a liderança da competição. Entretanto, a equipe caiu de produção e sofreu duas derrotas nas últimas três rodadas. Neste domingo pela manhã, o Cruzmaltino tem a chance de voltar a vencer ao receber o Red Bull Bragantino em São Januário. A bola rola às 11 horas no horário de Brasília.

Se contarmos o desempenho na Copa do Brasil, o retrospecto recente do Vasco ainda fica pior. Com uma derrota e um empate contra o Botafogo, o aproveitamento em cinco jogos foi de apenas 26,6%.

A imagem do técnico Ramon Menezes, ex-ídolo como jogador, com a torcida já não é a mesma. O treinador, que ficou afastado após testar positivo para Covid-19, está de volta e deve fazer mudanças. Algumas peças podem mudar no time titular, assim como no plano tático. Criticados, Fellipe Bastos e Yago Pikachu podem perder a vaga entre os onze iniciais.

Já o Bragantino busca uma reação no Brasileiro e ganhou novo ânimo com a vitória sobre o Ceará na última rodada. Com a semana cheia para trabalhar, pode ter uma vantagem física, já que o Vasco vem de eliminação na Copa do Brasil na quarta-feira.

Para esta partida, o técnico Maurício Barbieri não terá o volante Ricardo Ryller, suspenso pelo terceiro amarelo. Em seu lugar ele deve escalar Barreto, já que o ex-vascaíno Raul jogará improvisado na lateral direita. Já Edimar volta na lateral esquerda após cumprir suspensão.

FICHA TÉCNICA

VASCO-RJ X RED BULL BRAGANTINO-SP

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: Domingo, 27 de setembro de 2020

Hora: 11h00 (de Brasília)

Árbitro: Rodolpho Toski Marques (Fifa-PR)

Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Sidmar dos Santos Meurer (PR)

VAR: Paulo Roberto Alves Junior (PR)

VASCO: Fernando Miguel, Yago Pikachu (Cayo Tenório), Miranda, Leandro Castán e Henrique; Andrey, Marcos Júnior (Carlinhos) e Martín Benítez; Vinícius, Talles Magno e Germán Cano

Técnico: Ramon Menezes

RED BULL BRAGANTINO: Júlio César, Raul, Léo Ortiz, Liger (Léo Real), Edimar; Barreto (Matheus Jesus ou William Correa), Lucas Evangelista e Claudinho, Artur, Alerrandro e Bruno Tubarão

Técnico: Maurício Barbieri