Esportes

Único remanescente da Copa do Brasil 2015, Jailson tem ex-rival Lucas Lima como companheiro

Gazeta
Gazeta Esportiva

2 de dezembro de 2020 - 07:00 - Atualizado em 2 de dezembro de 2020 - 23:45

O Palmeiras conquistou a edição de 2015 da Copa do Brasil no dia 2 de dezembro. Exatos cinco após o triunfo sobre o Santos na decisão, o time alviverde tem o experiente goleiro Jailson como único remanescente e conta com o ex-rival Lucas Lima entre os titulares.

Contratado pelo Palmeiras em 2014 após passar pelo Ceará, Jailson fez sua estreia oficial no empate por 1 a 1 contra o Sampaio Corrêa, pela segunda fase da Copa do Brasil 2015. Na ocasião, o técnico Oswaldo de Oliveira decidiu usar um time reserva, já que disputaria a final do Campeonato Paulista (também contra o Santos).

No começo de novembro, o então reserva de Fernando Prass sofreu uma lesão no tendão de Aquiles durante um treinamento e precisou passar por cirurgia. Mesmo em recuperação, Jailson esteve no campo do Allianz Parque para comemorar o título após a vitória nos pênaltis sobre o Santos.

Desconhecido quando chegou ao Palmeiras, o goleiro brilhou ao substituir o lesionado Fernando Prass rumo ao título do Campeonato Brasileiro 2016. Jailson conquistou também a edição de 2018 do torneio nacional e completou o quarto troféu ao ganhar o Paulista 2020.

Palmeirense desde a infância, Jailson em setembro renovou seu contrato até dezembro de 2021. Aos 39 anos de idade, o goleiro acumula um total de 84 partidas pelo clube alviverde e, atualmente, é o primeiro reserva de Weverton, à frente de Vinícius Silvestre.

Superado pelo Palmeiras na final da Copa do Brasil 2015, o Santos tinha em Lucas Lima um de seus protagonistas. O meia, inclusive, participou da decisão por pênaltis travada no Allianz Parque e converteu sua cobrança diante do goleiro Fernando Prass.

Após rivalizar com o Palmeiras, Lucas Lima foi contratado em 2018 e teve participação consistente na campanha vitoriosa do Campeonato Brasileiro ao disputar 34 das 38 partidas. Já na final do Paulista 2020, o meia converteu sua cobrança na decisão por pênaltis diante do arquirrival Corinthians.

Vinculado ao Palmeiras até o fim de 2022, Lucas Lima acumula 10 gols em 145 partidas. O meia nunca conseguiu reeditar o mesmo futebol dos tempos de Santos, mas vive boa fase e vem sendo escalado como titular pelo técnico português Abel Ferreira.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.