Esportes

Torcida organizada do Colo-Colo desaprova possível contratação de Felipão por motivos políticos

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

29 de fevereiro de 2020 - 00:00 - Atualizado em 29 de fevereiro de 2020 - 00:00

Felipão está sem clube desde sua saída do Palmeiras, em setembro de 2019

Sem clube desde a demissão do Palmeiras em setembro de 2019, Felipão foi sondado para assumir o Colo-Colo, do Chile. Porém, parte da torcida reprovou a ideia por motivos políticos.

A organizada “Antifascistas De La Garra Blanca” usou suas redes sociais para emitir uma nota de repúdio ao treinador de 71 anos. Os torcedores lembraram que em 1988, Luiz Felipe Scolari disse que o ditador Augusto Pinochet, governante do país entre 1973 e 1990, “fez muita coisa boa também”, em entrevista à rádio Jovem Pan.

Segundo o comunicado, a chegada de Felipão seria “declarar guerra”.

Ver essa foto no Instagram

Mario Salas foi demitido do cargo de treinador, deixando a equipe apenas na 14ª colocação do Campeonato Chileno, perto da zona de rebaixamento, e com quatro derrotas e apenas uma vitória nos últimos cinco jogos.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.