Bastidores

Tite revela que cogitou aposentadoria com a Copa de 2018: “Teria todas os títulos que um técnico almeja”

Gazeta
Gazeta Esportiva

16 de junho de 2021 - 21:42 - Atualizado em 16 de junho de 2021 - 22:00

A aposentadoria do técnico Tite passou perto de acontecer em 2018. Em coletiva nesta quarta-feira, o comandante da Seleção revelou que teria parado de trabalhar caso tivesse conquistado a Copa do Mundo na Rússia.

O Brasil caiu nas quartas de final, ao perder para a seleção da Bélgica por 2 a 1. Como todos os brasileiros, o técnico Tite almejava a conquista do caneco e pensou em fechar seu ciclo profissional caso o conseguisse.

“Eu fui perguntado sobre a aposentadoria e quando foi feito o convite para continuar na Seleção, após a Copa do Mundo de 2018, eu estava conversando com minha esposa e num determinado momento eu olhei para ela, talvez com um pouco de orgulho próprio, e disse: ‘Se eu estivesse sido campeão do mundo, a aposentadoria estaria próxima”, comentou o treinador.

Tite foi multicampeão no Corinthians e assumiu a Seleção logo após empilhar conquistas com o Timão. O treinador revelou faltar o título da Copa do Mundo para fechar seu ciclo de conquistas.

“Todas as conquistas e títulos que um técnico almejaria, eu teria fechado esse ciclo, com os clubes em que trabalhei e a Seleção”, comentou o treinador.

Após a eliminação, o técnico iniciou o processo de renovação de contrato e destacou a ajuda de sua mulher para continuar no cargo.

“Ela disse para mim: ‘É por isso que tu vai fechar por mais uma temporada e vai aceitar a renovação’. Foi uma conversa com minha esposa, em nossa intimidade. Todos os preços que pagamos para chegar até aqui e ela me deu esse empurrãozinho para que eu pudesse continuar”, finalizou Tite.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.