Esportes

Tite explica variações táticas da Seleção e exalta jogadores: “Grupo do mais alto nível”

Gazeta
Gazeta Esportiva

8 de junho de 2021 - 07:00 - Atualizado em 8 de junho de 2021 - 07:15

Ciente das dificuldades para montar o time da Seleção Brasileira por conta da pandemia, o técnico Tite exaltou o desempenho que os jogadores têm apresentado dentro de campo e durante a preparação. O comandante destacou que a equipe vem conseguindo manter a regularidade e que o grupo é “do mais alto nível”.

“Com tão pouco tempo de jogo nessa pandemia, todos nós merecemos o reconhecimento pela campanha, comissão técnica e atletas, mas os atletas especialmente, porque temos modificado bastante a equipe. Ela tem conseguido manter um patamar de regularidade, o que é muito difícil. Temos um grupo de atletas do mais alto nível”, declarou em coletiva na segunda.

O treinador também explicou as estratégias que a Seleção utiliza nas partidas e as variações táticas do time. “A utilização de um ou outro vai depender das estratégias, mas eles te dão muita tranquilidade pelo nível técnico de cada um, do momento de cada um, do histórico dentro da Seleção. Isso acaba gerando toda essa possibilidade de uso, sempre no mais alto nível”, disse.

“Nós temos duas formas de jogar. Ela é no 4-3-3- ou 4-1-4-1, como preferirem, e o 4-4-2. Entre um ou outro há diferentes mecanismos no meio-campo, na construção. Estou enrolando, mas não está definido nada não (risos). Está definido, sim, já está organizado e pré-estabelecido, mas agora é vocês irem atrás de fontes”, completou.

O comandante vem treinando o Brasil para enfrentar o Paraguai com quase a mesma escalação da vitória sobre o Equador. A única diferença é a presença de Gabriel Jesus no lugar de Gabigol. Tite analisou as vantagens de ter os dois atacantes como opção e ainda falou dos demais jogadores ofensivos da Seleção.

“O Gabriel Barbosa te dá uma flutuação e infiltração com um poder de finalização muito forte. O Jesus produziu muito pelo lado, foi um dos nossos destaques na Copa América. Também ataca o espaço, muita força e chegada na frente. Richarlison também dá isso. O Firmino é um 9 que faz o papel de 10 e dá articulação e criatividade, assim como Neymar, Everton e Lucas Paquetá. Esses jogadores vão te dando essas possibilidades de utilização dentro de uma determinada forma”, explicou.

O Brasil enfrenta o Paraguai nesta terça, às 21h30 (de Brasília), em Assunção. Os brasileiros lideram as Eliminatórias com 15 pontos, enquanto os paraguaios estão na quarta colocação, com sete.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.