Esportes

Tite diz que está “em paz” e se esquiva sobre a Copa América: “Quero pensar no Equador”

Gazeta
Gazeta Esportiva

5 de junho de 2021 - 01:07 - Atualizado em 5 de junho de 2021 - 01:30

Nesta sexta-feira, a Seleção Brasileira derrotou o Equador por 2 a 0, no Beira-Rio, em partida válida pela sétima rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo. Apesar do triunfo importante, o holofote esteve direcionado para a polêmica envolvendo a realização da Copa América no Brasil. Novamente, Tite deixou claro que não irá comentar sobre o assunto neste momento.

Após a partida, o técnico optou por destacar o desempenho da equipe em um jogo duro. Perguntado sobre a possibilidade de deixar o cargo da Seleção, Tite pediu para que a imprensa não seja precipitada. Além disso, o treinador elogiou a resposta dada por Casemiro na saída do campo.

“Eu já coloquei anteriormente que não ia me manifestar, e vocês têm a condição de levantar qualquer hipótese. Só peço para que vocês tenham cuidado. Vou me reportar, sim, em um momento importante. Agora, quero pensar no Equador. Uma equipe muito difícil, que tinha nove pontos, o melhor ataque na competição. Ela só não fez gol contra a Argentina, mas foi um 1 a 0 muito difícil. Nós conseguimos, em cima das adversidades, ter 16 finalizações, com sete a gols. Não gosto de me apegar muito a números. Um primeiro tempo muito difícil, em uma reformatação tática”, afirmou o treinador.

“Não estou fugindo da resposta, mas é o que eu já falei para vocês. O Casemiro foi muito feliz na resposta que deu na saída de campo, é o pensamento que nós temos. Nós temos a consciência de que há a hora certa para falar a coisa certa”, completou.

Tite garantiu que a polêmica nos últimos dias não alterou em nada a sua rotina na Seleção Brasileira, citando Barack Obama, ex-presidente dos Estados Unidos, em sua resposta.

“Eu estou fazendo o meu trabalho normalmente, estou em paz comigo mesmo. Tem uma resposta extraordinária que eu guardo para mim que o Obama deu em uma entrevista o Bial, quero repetir: ‘As minhas adversidades são muito pequenas em relação às de outras pessoas, que tem problemas muito maiores’. Talvez enfrentem problemas de saúde, de alimentação, muito maiores do que os meus. As pessoas, quando querem me ouvir, e o torcedor quer ouvir, querem ouvir solução. Trabalho eu para solucionar. Pressões? Normais, mas devo me preparar para isso”, pontuou o técnico.

Por fim, Tite foi perguntado sobre como os jogadores precisam lidar com o ambiente de dúvida em relação à disputa da Copa América, tendo ainda mais um compromisso pelas Eliminatórias. O treinador foi bem conciso na resposta: “Jogar bola”.

Com o resultado, o Brasil foi aos 15 pontos, na liderança isolada. A equipe volta a entrar em campo na terça-feira da semana que vem, contra o Paraguai, fora de casa. Enquanto isso, o Equador estacionou nos nove pontos, na terceira colocação. O time recebe o Peru, na terça, às 18h.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.