Santos

Jean Mota agrada e deve ser mantido para a partida contra o The Strongest

Gazeta
Gazeta Esportiva

2 de maio de 2021 - 08:00 - Atualizado em 2 de maio de 2021 - 08:15

A única mudança na escalação do Santos no empate por 1 a 1 com o Red Bull Bragantino em relação ao jogo anterior foi a entrada de Jean Mota no lugar de Vinicius Balieiro. A atuação do jogador foi bem avaliada pelo interino Marcelo Fernandes, que permanece como treinador até o substituto de Ariel Holan ser contratado.

Marcelo Fernandes analisou o novo posicionamento de Jean Mota na equipe, destacando a capacidade que o meio-campista tem de finalizar de média e longa distância.

“O Jean Mota tem entrado bem como segundo volante, não de 10, tem tido boas atuações. Tem distribuído o jogo bem, é um cara que tem o chute de fora da área muito forte, estávamos precisando muito disso. Hoje, já concluímos, não sei dizer quantas finalizações tivemos, mas a equipe já procurou o gol mais vezes”, afirmou Marcelo Fernandes.

“Ele fez um lindo gol, que não tem uma definição legítima do impedimento, mas o importante é que o Jean entrou em uma função que não era a dele, mas tem se adaptado muito bem por ali e está ajudando a gente”, completou.

Vale lembrar que Alison está suspenso para o jogo contra o The Strongest, que acontece na terça-feira, às 19h15, na Vila Belmiro, pela terceira rodada do grupo D da Libertadores. Dessa forma, Balieiro desponta como o substituto natural do camisa 5, com Jean Mota sendo mantido no time titular.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.