Esportes

Técnico Tite valoriza triunfo de virada sobre a seleção peruana em Lima

Gazeta
Gazeta Esportiva

14 de outubro de 2020 - 00:27 - Atualizado em 14 de outubro de 2020 - 00:45

De virada, o Brasil goleou o Peru por 4 a 2 na noite desta terça-feira, pela segunda rodada das Eliminatórias Sul-Americanas. No Estádio Nacional de Lima, após completar a 50ª partida pela Seleção, o técnico Tite tratou de valorizar a reação de sua equipe como visitante.

No primeiro tempo, Carrillo e Neymar movimentaram o placar. Na etapa complementar, o Peru retomou a vantagem por meio de Tapia e a Seleção igualou novamente com Richarlison. Inspirado, Neymar desempatou e ainda decretou a goleada nos acréscimos.

“Jogar contra o Peru é sempre um grau de dificuldade grande, como o histórico mostra. Jogar aqui e se impor é difícil, ainda mais com a pressão de sair com resultado negativo. Reagir em cima disso é difícil e conseguimos. Estávamos melhores quando tomamos os gols”, analisou Tite.

Os peruanos ficaram insatisfeitos com a arbitragem do chileno Julio Bascuñan, que marcou dois pênaltis para a Seleção Brasileira. No segundo, em lance amplamente contestado pelo time da casa, o juiz viu falta dentro da área de Zambrano sobre Neymar.

Questionado sobre a reclamação dos peruanos, Tite foi cauteloso. “Não tenho condição de precisar. O VAR trabalha pela justiça, por aquilo que é correto”, afirmou o técnico, com um retrospecto de 36 vitórias, 10 empates e apenas quatro derrotas pela Seleção.

Com 100% de aproveitamento em duas rodadas, a Seleção lidera as Eliminatórias Sul-Americanas, já que leva vantagem sobre a Argentina no saldo de gols. Pela terceira rodada, no dia 14 de novembro, o Brasil volta a campo para enfrentar a Venezuela, no Morumbi.