Campeonato Paulista

Técnico do São Paulo celebra melhor campanha do Paulista: “Permite não viajar muito”

Gazeta
Gazeta Esportiva

3 de maio de 2021 - 07:00 - Atualizado em 3 de maio de 2021 - 07:15

O técnico Hernán Crespo comemorou o fato de o São Paulo ter garantido a melhor campanha geral da primeira fase do Paulistão com o empate em 2 a 2 com o Corinthians, em Itaquera. Apesar de ainda restar uma rodada antes do mata-mata do Estadual, o Tricolor já não sofre qualquer risco de ser ultrapassado por uma equipe rival em termos de pontuação e se dá ao luxo de escalar uma equipe alternativa nesta reta final do torneio.

Em onze jogos neste Campeonato Paulista o São Paulo venceu oito, empatou dois e perdeu apenas um, contra o Novorizontino, em Novo Horizonte. O Tricolor, além de ter a melhor campanha, também é dono do melhor ataque do Estadual, com 27 gols marcados.

“Importante porque permite não viajar muito, jogar em casa, na definição das quartas de final e, eventualmente, na semifinal. É uma coisa importante a nível moral, porque enfrentamos todos, e ficar em primeiro nunca é fácil. Aconteceu, estamos orgulhosos disso, orgulhosos do nosso caminho. Se temos que pensar em coisas grandes, temos que passar por situações difíceis”, disse Crespo.

Apesar de ter confirmado a melhor campanha desta primeira fase do Paulista e, desta forma, conquistado o direito e jogar as quartas de final e uma possível semifinal no Morumbi, o São Paulo não conseguiu acabar com o incômodo tabu em Itaquera neste domingo. Enfrentando o Corinthians, o Tricolor, sem sus principais atletas, até saiu na frente, mas sofreu a virada e só arrancou o empate no último lance do jogo.

“Não gosto de falar de resultado. O resultado é uma consequência de coisas. Nós queremos jogar um certo tipo de futebol, nem sempre podemos, porque o rival pode nos impor dificuldades. Mas, acredito que o time aprendeu e sabe que há momentos para jogar futebol e há momentos de lutar. O time luta. Esse jogo me dá impressão de ter em mão um time completo, que quando deve jogar, joga, e quando deve lutar, luta, até o final”, concluiu o técnico do São Paulo.