Esportes

Sylvinho avalia Renato Augusto como meia e admite que ‘subiu o tom’ no intervalo

Gazeta
Gazeta Esportiva

13 de novembro de 2021 - 23:45 - Atualizado em 14 de novembro de 2021 - 19:50

Neste sábado, o Corinthians derrotou o Cuiabá por 3 a 2, na Neo Química Arena, em jogo válido pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. O tema da noite foi o posicionamento de Renato Augusto, que voltou a ser escalado por Sylvinho no meio-campo. Na coletiva, o treinador comentou sobre a utilização do jogador, que vinha sendo atacante nas últimas partidas.

Antes de iniciar sua fala sobre Renato Augusto, Sylvinho teceu elogios à atuação do Timão no triunfo desta noite.

“O time fez um grande jogo, poderíamos ter saído com um resultado um pouco mais tranquilo. Infelizmente, não foi. Vários setores do time renderam bem. Renato fez uma grande partida no meio-campo, ele é oriundo do meio-campo. Já tinha feito grandes partidas assim contra o Bragantino e o Palmeiras. O Renato é um grande jogador e pode fazer várias funções, para frente e um pouco atrás, até como primeiro. Evidentemente, a posição de meio-campo para o Renato é oriunda, é onde ele se formou e atuou por muitos anos na vida dele”, afirmou o treinador.

Em outro momento da entrevista, Sylvinho fez questão de lembrar que o camisa 8 do Timão já revelou que atuou como atacante em alguns cenários de sua carreira: “O próprio Renato disse em entrevista recente que já fez falso 9 com outros treinadores, em outros momentos importantes, inclusive da história deste clube”.

Na sequência, Sylvinho reconheceu que a conversa no vestiário foi dura após o time sofrer o empate do Cuiabá nos acréscimos do primeiro tempo. O técnico também falou sobre o trabalho feito após a dura derrota por 3 a 0 para o Atlético-MG, no meio da semana.

“Esse é o desafio do futebol. Você vem fazendo uma campanha, lutando por uma vaga importante, em um cenário positivo e, de repente, joga contra o líder e as coisas não vão bem. Você tem que reerguer, a primeira parte foi um trabalho de dois dias muito forte, gastaram-se muitas horas em treinamento, sobretudo conservador e tranquilo, porque não havia espaço para você gastar energia. Montamos um time para jogar, fizemos um bom primeiro tempo e, no final, nos últimos 15 minutos do primeiro tempo, sofremos um pouco e tivemos dificuldades”, disse Sylvinho.

“A gente precisou subir um pouco mais o tom no vestiário, porque começamos a correr até demais. O momento era de se posicionar e aproveitar do 1 a 0 jogando em casa. Então, nós tivemos uma interpretação nos últimos 10, 15 minutos do primeiro tempo ruim, equivocada. Corremos mais, desgastamos mais e rendemos menos. Você sobe, sim, o tom, para recuperar energia. A resposta dos atletas foi muito boa, como sempre, são os verdadeiros protagonistas e fizeram um grande segundo tempo, mereceram a vitória”, completou.

Com o resultado, o Corinthians chegou aos 50 pontos, na quinta colocação do Brasileiro. Na próxima rodada, o time visita o Flamengo, no Maracanã, às 21h30 de quarta-feira.