Esportes

Surfista Gabriel Medina estreia com vitória em sua bateria e segue às oitavas de final

Gazeta
Gazeta Esportiva

24 de julho de 2021 - 22:27 - Atualizado em 24 de julho de 2021 - 23:45

O surfe estreou como esporte olímpico neste sábado, no Japão. Após Ítalo Ferreira vencer a primeira bateria disputada e se classificar às oitavas de final, Gabriel Medina não fez diferente e foi o primeiro colocado na última sessão, confirmando seu favoritismo.

O brasileiro terminou com 12.23 pontos e deixou para trás o francês Michel Bourez, que fez 10.10, e o alemão Leon Glatzer, que registrou 10.10 e vai para a repescagem.

“É muito diferente do que a gente tinha, é um mundo muito profissional onde tem os melhores do mundo e eu fico feliz de fazer parte desse time. É um passo muito grande pro Surfe, a gente está chegando no mundo inteiro. Eu sei o quanto importante e especial é”, comemorou Medina após a prova.

Mesmo com a classificação, o surfista garantiu: “Eu sei que eu consigo surfar mais, mas a bateria foi boa para estar mais adaptado com o mar. No começo teve um momento que eu não achei nada e tiveram 4 minutos ali que resolveram a bateria, esse é o “Beach Break” do Japão, a bateria só acaba quando termina, pode acontecer qualquer coisa. Isso é bom pra dar uma acordada e estar preparado para os próximos rounds”.

O costarriquenho Carlos Muñoz foi chamado em cima da hora para competir na bateria no lugar de Frederico Morais, diagnosticado com covid-19, mas não conseguiu chegar a tempo da prova, que só contou com três atletas.

Com o fim da primeira fase de competição, avançaram às oitavas de final Gabriel Medina e Ítalo Ferreira, primeiro e segundo colocado no ranking mundial, respectivamente. A próxima fase será disputada nesta segunda-feira.