Surf

Nove brasileiros passam para a terceira fase do Rip Curl Rottnest Search

Os brasileiros seguem na disputa pela supremacia do país no campeonato

Aline
Aline Taveira / Produtora com informações da WSL
Nove brasileiros passam para a terceira fase do Rip Curl Rottnest Search
Gabriel Medina mantém a primeira posição de primeiro do ranking (Foto: Cait Miers/World Surf League via Getty Images)

17 de maio de 2021 - 13:09 - Atualizado em 17 de maio de 2021 - 13:09

Após dois dias de disputa, os surfistas brasileiros busca o quinto título no Rip Curl Rottnest Search nas oitavas de final. Deivid Silva enfrenta Morgan Cibilic na quarta bateria da terceira fase e Filipe Toledo entra na quinta com um dos convidados desta etapa, Liam O´Brien. Depois, um duelo brasileiro entre Caio Ibelli e Miguel Pupo na oitava bateria.

O bicampeão mundial Gabriel Medina entra na seguinte, com a lycra amarela, o convidado, Kael Walsh. Alex Ribeiro enfrenta o americano Conner Coffin e o vice-líder do ranking e atual campeão mundial, Italo Ferreira, entra com mais um convidado, Jacob Willcox. Adriano de Souza, deve enfrentar Ethan Ewing e Yago Dora deve encontrar outro australiano, Jack Freestone.

Após a vitória na primeira fase com direito a maior nota do dia até aquele momento, 9,33, Medina contou que era sua primeira vez na ilha.

“Eu adoro fazer essa sequência de dois aéreos numa mesma onda. Eu vi que a bateria anterior (do Italo Ferreira e Adriano de Souza) foi bem fraca de ondas, mas tinha certeza de que ia entrar umas boas na minha, então estou feliz por ter vindo algumas no final. Está bem difícil, mas eu treino bastante para ficar preparado para qualquer coisa, onda boa ou onda ruim. Eu tento ficar bem ativo no mar, pegando várias ondas e estou feliz por conhecer esse lugar. Espero passar mais baterias aqui”, ele disse.

Eliminação no feminino

A gaúcha Tatiana Weston-Webb não conseguiu mostrar o seu surfe na ilha de Rottnest. As ondas simplesmente não apareceram para ela nas duas baterias que disputou, no domingo e na segunda-feira. O máximo que Tatiana conseguiu foi uma nota 3,17 nos minutos finais. A brasileira terminou em último com 4,77 nas duas notas computadas.

Chateada com a eliminação, a brasileira foi consolada pelos colegas (Foto: Matt Dunbar/World Surf League via Getty Images)

Domínio brasileiro

Até agora, o Brasil dominou os pódios e pela primeira vez na história de todas as modalidades esportivas individuais, três brasileiros ocupam as primeiras posições do ranking mundial. O líder é Gabriel Medina, campeão do Rip Curl Narrabeen Classic em Sidney. Em segundo lugar está Italo Ferreira, que venceu a final brasileira com Medina no Rip Curl Newcastle Cup. E o terceiro é Filipe Toledo, que ganhou o Boost Mobile Margaret River Pro, com Tatiana Weston-Webb completando uma dobradinha no alto do pódio.

Melhores momentos

Confira os melhores momentos dos dois primeiros dias de disputa em Rottnest Island:

Próxima chamada

Rip Curl Rottnest Search apresentado pela Corona está sendo transmitido ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo Youtube e aplicativo da WSL e pelos canais da ESPN Brasil. Esta quinta etapa do World Surf League Championship Tour 2021 tem prazo até o dia 26 para fechar a “perna australiana” na ilha de Rottnest. Já foi decretado “day-off” para a terça-feira e a primeira chamada para a terceira fase foi marcada para as 7h15 da quarta-feira na Austrália, 20h15 da terça-feira no Brasil.