Surf

Gabriel Medina se consagra tricampeão mundial de surfe

O brasileiro já liderava o ranking mundial e precisou apenas vencer duas baterias para levar o título

Aline
Aline Taveira / Produtora
Gabriel Medina se consagra tricampeão mundial de surfe
O surfista paulista Gabriel Medina, de 27 anos, levou o título mundial da temporada 2020/2021 nesta terça-feira (14) em Lower Trestles, na Califórnia, Estados Unidos (Foto: WSL / Brent Bielmann)

14 de setembro de 2021 - 18:47 - Atualizado em 14 de setembro de 2021 - 19:20

O surfista paulista Gabriel Medina, de 27 anos, levou o título mundial da temporada 2020/2021 nesta terça-feira (14) em Lower Trestles, na Califórnia, Estados Unidos. O atleta já era o primeiro colocado do ranking e, de acordo com o novo formato da World Surf League (WSL), precisaria apenas vencer a disputa de melhor de três baterias com outro brasileiro, Filipe Toledo. No entanto, já na segunda disputa, Gabriel garantiu a vitória com manobras inovadoras e progressivas que o deram notas altíssimas.

Gabriel conseguiu um 9,03, a onda mais alta da etapa, com um aéreo backflip que levantou o público que assistia a bateria nas areias californianas. Filipe, que já estava em sua quarta bateria do dia e a segunda contra Gabriel, conseguiu boas notas, mas não o suficiente para bater Medina: no final da bateria, Filipe precisava de um 9,07 para passar e levar a disputa para o desempate.

“É uma mistura de emoções. Estou triste, feliz, animado, foi um ano longo, sabe?”, contou Medina, emocionado, em entrevista ainda dentro da água.

A bateria chegou a ser paralisada por alguns minutos depois que a equipe organizadora do evento localizou um tubarão próximo aos atletas.

WSL Finals

Na etapa desta terça-feira, participaram apenas os cinco melhores colocados do ranking. O 5° colocado, Morgan Cibilic, perdeu para o 4° colocado, Connor Coffin, que, por sua vez, perdeu para FIlipe Toledo, o 3° colocado. Logo em seguida, Toledo venceu Ítalo Ferreira, que ocupa a 2° colocação no ranking.

O título seria decidido entre Gabriel Medina, o primeiro colocado, e Filipe Toledo, em uma disputa de melhor de três baterias.