Esportes

Sérgio Molletta cita desafios, prega humildade e pede união da torcida paranista

Confira os pontos abordados pelo presidente interino do Paraná Clube, que terá a missão de comandar o Tricolor em uma das piores fases de sua história

Guilherme
Guilherme Almeida
Sérgio Molletta cita desafios, prega humildade e pede união da torcida paranista
Período de afastamento será de 30 dias (Foto: Allexandre Fellipe/Paraná Clube)

23 de janeiro de 2021 - 10:00 - Atualizado em 23 de janeiro de 2021 - 12:21

O presidente interino do Paraná Clube, Sérgio Molletta, se apresentou oficialmente à torcida paranista.

Durante coletiva de imprensa nesta sexta-feira (22), o novo presidente comentou um pouco sobre os desafios que irá enfrentar e sobre o futuro do Tricolor, que está virtualmente rebaixado à Série C.

Sérgio Molletta foi candidato a presidente do Conselho Deliberativo pela chapa “Integração Paranista” nas eleições da última terça-feira.

Também foi integrante do Conselho Consultivo 19/20 e de Comissões para Renovação do Estatuto e Eleitoral.

Torcedor paranista, tem 64 anos e é professor de Educação Física com Mestrado na Área da Educação. Nos anos 80 foi preparador físico do Colorado entre 1982 e 1984.

Confira alguns pontos abordados na entrevista:

Situação financeira

Sérgio Molletta confirmou que a situação financeira paranista não é das melhores, e que existem débitos com funcionários e elenco.

“É uma das nossas primeiras preocupações. Foi me passado que temos pendencias com o elenco e com funcionários. Reconhecemos que existe. Posso adiantar para todos os credores (funcionários e elenco), que existem muitas pessoas querendo ajudar. Nosso propósito é estarmos o mais breve possível com todas as pendências resolvidas”.

Pendências com o elenco

““Existe uma pendencia em relação ao mês de novembro que venceu em dezembro, em relação ao direito de imagem. Uma parte dela considerável de novembro já foi pago. O que venceu em janeiro não foi paga ainda, não tem nem o direito de imagem pago e nem o salário, por hora essas são as pendencias com elenco e funcionários”.

“Ainda precisamos nos reunir e ver o que podemos fazer. Estamos trabalhando em cima disso o que podemos levantar de imediato para saldar estas pendências. Por enquanto, o recolhimento de porcentagens de renda está temporariamente suspenso, mas devem voltar a ser cobradas, então precisamos nos planejar”.

Geração de receitas

Sérgio Molletta ponderou que ainda é cedo para afirmar como será feita a geração de receitas, caso se confirme a queda para à Série C.

“Ainda estou me colocando a par da situação, mas ainda é muito cedo dizer como serão as coisas. Teremos dificuldade, sem as cotas de televisão. O torcedor será nosso alicerce. Temos como objetivo trazer a torcida paranista para perto do clube novamente. É uma grande oportunidade para o torcedor expressar o amor ao clube”.

Troca de gestão e novas eleições

“As eleições ainda levarão um tempo. Haverá um prazo de 60 dias para que seja apresentado como será a eleição. Não podemos desperdiçar energia fazendo uma eleição agora, e logo depois fazer uma nova”.

“Precisa haver um planejamento. Isso é o principal. Só assim conseguiremos fortalecer o Paraná Clube”.

Montagem do elenco para a temporada 2021

Sérgio Molletta e o diretor de futebol Felipe Gil, pontuaram que o elenco será montado dentro das possibilidades financeiras do clube e alinhado com o perfil das competições que o Paraná Clube for disputar.

“É um desafio muito grande. Tem que haver tranquilidade. Estou me inteirando de tudo que tem acontecido dentro do clube. Precisamos nos planejar. Precisamos ser claros. Teremos limitações orçamentárias, mas ao mesmo tempo, será necessário otimizar e montar uma equipe competitiva para todas as competições”.

Perfil do elenco

“Primeiro ponto é sempre buscar respeitar a limitação orçamentária. Temos que ter o discernimento do nível da competição que iremos disputar, a Série B tem a sua peculiaridade, assim como a Série C. Temos colocado no papel e analisando possíveis nomes que podem ajudar a fortalecer nosso elenco”.

Ato trabalhista

Sérgio Molletta também citou sobre a situação do ato trabalhista no Paraná Clube, agora que o ex-presidente Leonardo de Oliveira, que antes era o responsável, saiu do Tricolor.

“Teremos uma reunião com o juiz que cuida do ato. Queremos mostrar que o estatuto foi seguido a risca. Iremos propor novos nomes para ficar no lugar do Leonardo, para permitirmos que o juiz escolha alguém para ficar responsável. Temos confiança de que o ato trabalhista será renovado”.

Quinta força do estado?

Com o virtual rebaixamento do Paraná Clube para à Série C, o futebol paranaense provavelmente estará representado em todas as divisões nacionais, com o Athletico na Série A, e Coritiba, Operário e Londrina, na Série B.

Devido a isso, o Tricolor seria, no momento, a “quinta força” do estado. Sérgio Molletta disse que é preciso ter humildade para passar por esta fase, e voltar mais forte.

“Como torcedor, digo que não é nada agradável estar nesta situação. Os desafios de hoje são muito diferentes de 30 anos atrás, quando o Paraná Clube jogou a Série C. É uma das nossas grandes preocupações”.

“Tenho que ser humilde. Se cairmos para a Série C, precisaremos nos adequar a essa realidade de sermos a quinta força do estado. Teremos que traçar objetivos palpáveis, sem fazer loucuras. É uma situação desconfortável, para todos. Precisamos vestis as sandálias da humildade, e procurar subir novamente, degrau por degrau”.

Recado à torcida

Por fim, Sérgio Molletta deixou um recado à torcida paranista, e pediu apoio e união de todos, para que o Paraná Clube possa superar as dificuldades e retomar o caminho do sucesso.

“Muitas pessoas querem ajudar. Não se monta time competitivo sem recursos. Em julho de 2019, tínhamos 3129 sócios torcedores. É um número muito pequeno, e que devido a pandemia e ao descontentamento em relação ao clube, diminuiu ainda mais.

“Em dezembro, tivemos 1281 sócios. Conclamo a todos os torcedores apaixonados. Podemos dar uma resposta imediata, nos envolvendo. Dentro da disponibilidade de cada um, convido para que virem sócios. É um momento muito importante. Essa prova de amor começa hoje, independente da dificuldade”.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.