Esportes

Sem Vagner Love, Carille deve manter Boselli e retomar formação tradicional

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

27 de setembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 27 de setembro de 2019 - 00:00

O Corinthians não contará com Vagner Love na partida deste domingo contra o Vasco, às 11 horas, na Arena Corinthians, em São Paulo, pela 21.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogador recebeu o terceiro cartão amarelo na vitória sobre o Bahia e terá de cumprir suspensão.

Sem o artilheiro do time na temporada com 12 gols, o técnico Fábio Carille deve manter Mauro Boselli na equipe. O argentino teve boa atuação na eliminação na Copa Sul-Americana diante do Independiente del Valle na última quarta-feira, marcando o primeiro gol no empate por 2 a 2 em Quito, no Equador. Gustavo corre por fora na disputa pela vaga.

A ausência de Love, de certa forma, tira um pouco a pressão do treinador de manter o ataque da última partida e assim ele conseguirá voltar o time alvinegro com a formação ofensiva tradicional, com dois pontas e um centroavante. Vagner Love e Boselli fizeram uma boa partida pela Sul-Americana, mas o treinador tratou de informar que foi apenas uma necessidade.

“Não gosto de mudar muito a forma de jogar, mas as características. Love está muito bem de centroavante, tem feito gols, criado espaços, atuando como 9. Muitas vezes usar Love e Boselli contra um volante que entra no nosso campo acaba tirando o Love do raio da ação, tirar ele de perto da área, não quero isso, mas pode ser alternativa durante jogos, vai depender do adversário. Bom que a equipe tem entendimento e vou usando cada jogador de acordo com suas características”, afirmou o treinador após a eliminação na Sul-Americana.

Embora não digam abertamente, os dois discordam da opinião do treinador. Na partida em Quito, Vagner Love deu assistência para Boselli marcar o primeiro gol do Corinthians. Atuando como segundo atacante, Love foi talvez o principal jogador do time na partida, incomodou a zaga adversária e acertou uma bola no travessão.

Boselli comentou após a partida no Equador que gosta de atuar ao lado de Vagner Love e que acha que o companheiro também se sente à vontade em jogar mais deslocado. Mas tratou de evitar qualquer polêmica com o treinador e avisou que não cabe a eles decidirem isso.

Vagner Love é o artilheiro do Corinthians na temporada graças ao bom segundo semestre que ele tem feito. São 12 gols em 50 jogos. Gustavo é o segundo da lista alvinegra, com 11 tentos marcados em 38 jogos, a maioria na primeira metade do ano. Boselli vem em terceiro com 7 em 34.

O Corinthians tem péssima média de gols na temporada. Em 60 jogos, balançou as redes 68 vezes, média de 1,13 por partida. No Brasileirão, único torneio que o time alvinegro disputa atualmente, foram 23 gols em 20 partidas disputadas, com média de 1,15.

A delegação voltou de Quito na quinta-feira e retoma os treinos nesta sexta. O presidente Andrés Sanchez fez questão de dizer que a eliminação na Sul-Americana não altera em nada o planejamento e que Carille continua no comando da equipe.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.