Esportes

Sem Luciano em campo, São Paulo é “8 ou 80” no Campeonato Brasileiro

Gazeta
Gazeta Esportiva

14 de janeiro de 2021 - 06:00 - Atualizado em 14 de janeiro de 2021 - 17:30

Luciano segue como desfalque para o São Paulo, mas corre contra o tempo para se recuperar de uma inflamação na perna, decorrente de um cisto de Baker que acabou estourando. Sem o atacante no Brasileirão, o time comandado por Fernando Diniz oscila de forma radical, ora tendo atuações dignas de líder do torneio, ora sofrendo derrotas surpreendentes.

Desde que desembarcou no Morumbi, Luciano disputou 23 jogos com a camisa do São Paulo, marcando 12 gols em dez partidas. Pelo Tricolor paulista, o atacante soma 13 vitórias, oito empates e apenas duas derrotas, ostentando um aproveitamento de 65,2%.

Até agora Luciano foi desfalque em apenas quatro jogos do São Paulo no Campeonato Brasileiro, período suficiente para que fosse escancarada a diferença que faz à equipe estando em campo. O camisa 11 não atuou contra o Atlético-GO, no primeiro turno, e mais recentemente, consequência da inflamação na perna, contra Atlético-MG, Red Bull Bragantino e Santos.

Suspenso por acúmulo de cartões amarelos contra o Atlético-GO, partida-chave para a permanência de Fernando Diniz à época, Luciano assistiu do sofá o São Paulo vencer por 3 a 0, com autoridade, e diminuir a pressão sobre o treinador. Mais de dois meses depois, o atacante voltou a ser desfalque, desta vez por causa da lesão que vem o afastando dos gramados recentemente. Ainda assim, com Tchê Tchê no seu lugar, o Tricolor novamente saiu de campo com o triunfo por 3 a 0.

Mas, parece que agora os concorrentes já identificaram o segredo do São Paulo. Nas últimas duas partidas sem Luciano, contra Red Bull Bragantino e Santos, o time comandado por Fernando Diniz sofreu derrotas vexatórias que abalaram a confiança da equipe e fizeram com que o torcedor são-paulino passasse a duvidar do heptacampeonato brasileiro, outrora tão próximo de se tornar realidade.

Com Vitor Bueno na vaga de Luciano na última quarta-feira, o São Paulo fez um primeiro tempo irreconhecível, foi para o intervalo perdendo por 4 a 1, e, embora tenha melhorado na etapa complementar, acabou tendo de conformar com a derrota por 4 a 2. Já no último domingo, contra o time completamente reserva do Santos, novo vexame, desta vez em pleno Morumbi, sendo superado por 1 a 0.

Ainda não se sabe se Luciano ficará à disposição de Fernando Diniz para o confronto decisivo com o Athletico-PR, domingo, na Arena da Baixada. No intuito de se manter firme na liderança do Brasileirão e não ver o título escapar, o São Paulo precisa voltar a vencer urgentemente, e é claro que com o seu atacante titular, artilheiro da equipe na competição, com 12 gols, a tarefa fica menos difícil. Nesta quarta-feira, o camisa 11 não treinou novamente e, caso não reúna condições de jogo mais uma vez, é imprescindível que o comandante tricolor tire um coelho da cartola.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.