Corinthians

Sem Carlos, lateral-esquerda volta a ser incógnita no Corinthians

Gazeta
Gazeta Esportiva

28 de agosto de 2020 - 07:00 - Atualizado em 28 de agosto de 2020 - 07:30

Depois de 22 partidas oficiais na temporada, o técnico Tiago Nunes ainda tenta encontrar o time ideal do Corinthians. A lateral-esquerda, que parecia acertada com Carlos Augusto, voltou a ser uma incógnita depois que o clube liberou o jogador para negociar com um time italiano.

Sem o jogador de 22 anos nos últimos quatro jogos, Tiago Nunes apostou em dar oportunidades para Sidcley, que está emprestado ao clube até o final da temporada. O camisa 16, entretanto, tem mostrado irregularidade nas partidas em que atuou. Antes da parada foram quatro jogos, dois como titular. Já no retorno das competições, entrou no segundo tempo de cinco partidas e começou como titular em outras quatro.

No empate com o Fortaleza, na última quarta-feira, Sidcley acabou muito criticado por parte da Fiel por chegar atrasado na marcação de Romarinho no lance do gol que abriu o placar para o time cearense no segundo tempo. Apesar da fragilidade defensiva, o lateral teve algumas boas aparições no ataque.

Outra alternativa é Lucas Piton, que subiu com grande expectativa no começo do ano, depois de ser um dos destaques do clube na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Apesar do talento, a inexperiência joga contra o jovem de 19 anos.

Foi ele, inclusive, quem começou como o titular da posição no começo da temporada. Foram 11 partidas antes da parada, sendo sete como titular. Depois que as competições voltaram, entretanto, Piton só participou de um jogo, entrando no segundo tempo contra o Coritiba, quando deu assistência para o gol de Gustavo Silva.

A lateral-esquerda era uma incerteza desde o começo da temporada. Danilo Avelar, titular nas últimas temporadas, foi deslocado para a zaga por Tiago Nunes, o que abriu a vaga no setor. Depois do rodízio entre os três atletas na posição, Carlos Augusto parecia ser o dono da vaga depois do retorno das competições, dando solidez defensiva e conseguindo apoiar o ataque em algumas subidas.

Sidcley tende a ter continuidade, mas precisa mostrar mais para provar que está na frente de Lucas Piton, que corre por fora pela titularidade na ala esquerda do Corinthians. Ambos tem apenas mais dois treinos até o clássico contra o São Paulo, que acontece neste domingo, às 11h (de Brasília)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.