Esportes

São Paulo sofreu quase metade dos gols da temporada em junho

Gazeta
Gazeta Esportiva

26 de junho de 2021 - 06:00 - Atualizado em 26 de junho de 2021 - 06:30

Junho, de fato, tem sido um mês para o São Paulo esquecer. Quase metade dos gols sofridos pela equipe comandada por Hernán Crespo na atual temporada aconteceram nas últimas semanas, motivo que fez a comissão técnica ligar o alerta.

O São Paulo sofreu 12 gols em sete jogos ao longo de junho. Foram quatro contra o modesto 4 de Julho, no Piauí, três na ida e mais um na volta da terceira fase da Copa do Brasil, outros dois contra o Atlético-GO, um contra o Atlético-MG, um contra a Chapecoense, dois contra o Santos e outros dois conta o Cuiabá, todos estes pelo Brasileirão.

Coincidentemente nenhum dos jogos do São Paulo no Brasileirão no mês de junho contou com o trio de zaga considerado titular, que é composto por Arboleda, Miranda e Léo. Aliás, com a formação ideal, o Tricolor sofreu 13 gols em 23 jogos, números bem mais positivos em relação aos que vêm sendo acumulados nas últimas semanas.

Com Arboleda defendendo a seleção equatoriana e Miranda se recuperando de um estiramento na região posterior da coxa esquerda, nomes como Diego Costa, Bruno Alves e Léo terão de dar conta do recado nessas próximas rodadas do Campeonato Brasileiro.

A consistência defensiva foi um dos trunfos que levaram o São Paulo a acabar com a longa fila de quase nove anos sem título. É verdade que o ataque também vinha funcionando bem. Mas, em um campeonato tão competitivo como o Brasileiro, não sofrer gols já é meio caminho andado para a vitória. A ver se o Tricolor, enfim, apresentará uma melhora nesse quesito contra o Ceará, domingo, na Arena Castelão.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.