Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

17 de maio de 2020 - 00:00

Atualizado em 17 de maio de 2020 - 00:00

Bastidores

São Paulo recorda aniversário de Waldemar de Brito, primeiro artilheiro do clube

Um dos grandes atacantes do futebol brasileiro na década de 1930, Waldemar de Brito nasceu no dia 17 de maio de 1913, exatos 107 anos atrás. Neste domingo, o São Paulo recordou do aniversário do ex-jogador, que teve passagem marcante no clube.

O centroavante atuou pelo Tricolor de 1933 a 1934 e de 1941 a 1943. Em 79 aparições, marcou 84 gols e se tornou o maior artilheiro em média do clube, com uma taxa de 1,06 gols por jogo. É o único jogador são-paulino a possuir marca superior a um gol por partida.

Waldemar de Brito também foi o responsável pelas primeiras artilharias da história do São Paulo. O atacante foi o goleador máximo do Campeonato Paulista e do Torneio Rio-São Paulo de 1933, competições onde marcou 21 e 33 gols, respectivamente. Em 1934, foi chamado para defender a Seleção Brasileira na Copa do Mundo. Nos 20 jogos em que defendeu o Brasil, balançou as redes 17 vezes.

Pelo São Paulo, Waldemar marcou cinco gols em três oportunidades: Nas vitórias por 5 a 1 contra o Vasco da Gama e por 7 a 4 diante do América-RJ, pelo Torneio Rio-São Paulo de 1933, e no famoso 12 a 1 contra o Sírio, maior goleada da história do Tricolor, pelo Campeonato Paulista do mesmo ano.

Dos 79 jogos em que representou o São Paulo, Waldemar de Brito venceu 49, empatou 16 e perdeu 14. Após se aposentar dos gramados, passou a atuar como treinador de futebol. É considerado como o responsável por ter revelado Pelé ao BAC, equipe de Bauru.