Esportes

Volpi pega pênalti, e São Paulo fica no 0 a 0 com o Flu em estreia no Brasileirão

Gazeta
Gazeta Esportiva

29 de maio de 2021 - 22:57 - Atualizado em 29 de maio de 2021 - 23:30

São Paulo e Fluminense empataram em 0 a 0 neste sábado, no Morumbi, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Recém-campeões paulistas, os donos da casa tiveram um desempenho aquém das expectativas, apesar de terem melhorado na reta final, vendo o Tricolor carioca protagonizar as melhores chances da partida.

Embalado pela vitória sobre o River Plate na Libertadores, o Fluminense não se intimidou diante do São Paulo e só não saiu de campo com a vitória por falta de sorte. No primeiro tempo, inclusive, Nenê perdeu um pênalti após catimba de Miranda.

O São Paulo volta a entrar em ação na próxima terça-feira, contra o 4 de Julho, no Piauí, pela terceira fase da Copa do Brasil. A tendência é que o técnico Hernán Crespo utilize uma formação alternativa nesta parida. O Fluminense, por sua vez, tem uma parada mais difícil: o Red Bull Bragantino, no Maracanã, quarta-feira.

O jogo – O Fluminense foi melhor no primeiro tempo. O time visitante começou a partida ligado e por pouco não abriu o placar logo aos três minutos com Abel Hernández, que recebeu bom passe em profundidade de Egídio e bateu firme para o gol, mas Tiago Volpi estava bem posicionado para fazer a defesa. O São Paulo respondeu pouco depois com Pablo, que completou de calcanhar a cobrança de falta de Igor Gomes, mas a bola foi no meio do gol, facilitando a vida de Marcos Felipe.

Daí em diante só deu Fluminense. Aos 19 minutos, Caio Paulista foi o responsável por levar perigo à meta de Volpi desta vez, completando o cruzamento de voleio e mandando rente à trave. Mas, a chance de ouro do Tricolor carioca veio mesmo aos 24, quando Abel Hernández foi derrubado por Igor Vinícius dentro da área, e o árbitro marcou pênalti.

Antes da batida, Nenê e Miranda se desentenderam pelo fato de o zagueiro do São Paulo se posicionar justamente no meio do caminho que o meia costuma percorrer para finalizar. Sem poder tirar o adversário da posição, o camisa 10 do Fluminense foi forçado a alterar a passada e, com isso, acabou perdendo a cobrança, defendida por Tiago Volpi.

Mas, nem mesmo o pênalti perdido pelo Fluminense conseguiu animar o São Paulo. O time comandado por Hernán Crespo até manteve a posse de bola, mas faltou criatividade ao meio-campo, que foi para o intervalo vendo a bola rebater na marcação com frequência ao tentar alguma chance de gol.

Segundo tempo

O São Paulo voltou para o segundo tempo com Rojas no lugar de Igor Gomes, mas foi o Fluminense quem ameaçou logo no primeiro minuto de jogo. Martinelli chegou pela direita e cruzou para Gabriel Teixeira, que matou no peito e bateu na saída de Tiago Volpi, que chegou a desviar e a viu carimbar a trave.

Sem conseguir vencer o forte sistema defensivo do Fluminense, Crespo foi mexendo na equipe com o passar dos minutos. Luciano e Shaylon foram acionados, mas também não conseguiram mudar a dinâmica do jogo. Mantendo a posse de bola, o São Paulo rodava de um lado para o outro, mas faltavam passes verticais, inviáveis pelo bom posicionamento dos visitantes dentro de campo.

O São Paulo só foi ameaçar o Fluminense, de fato, aos 40 minutos do segundo tempo. Reinaldo chapelou Samuel Xavier, chegou na linha de fundo e cruzou na medida para Rojas, mas o equatoriano não conseguiu completar de forma eficiente para o gol, desviando na bola e mandando para fora. Depois, já nos acréscimos, o atacante protagonizou uma oportunidade ainda melhor, mas isolou ao deixar o zagueiro no chão, dentro da área. Assim coube às equipes se conformarem com o empate sem gols na estreia no Brasileirão.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 0 X 0 FLUMINENSE

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

Data: 29 de maio de 2021, sábado

Horário: 21h (de Brasília)

Arbitragem: Rodolpho Toski Marques (Fifa-PR)

Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa-PR) e Victor Hugo dos Santos (PR)

VAR: Adriano Milczvski (PR)

Cartões amarelos: Abel Hernández, Yago Felipe (Fluminense); Reinaldo (São Paulo)

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Bruno Alves, Miranda e Léo; Igor Vinícius, Luan, Liziero (Eder), Gabriel Sara e Reinaldo; Igor Gomes (Rojas) e Pablo (Luciano).

Técnico: Hernán Crespo.

FLUMINENSE: Marcos Felipe; Samuel Xavier, Nino, Luccas Claro e Egídio; Yago Felipe (Weliington), Martinelli e Nenê (Cazares); Caio Paulista (Kayky), Gabriel Teixeira (Luiz Henrique) e Abel Hernández (Bobadilla).

Técnico: Roger Machado

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.