Esportes

Santos reitera cumprimento do protocolo na Libertadores e se diz tranquilo

Gazeta
Gazeta Esportiva

8 de janeiro de 2021 - 22:32 - Atualizado em 8 de janeiro de 2021 - 23:45

Diagnosticados com covid-19, o goleiro John e o zagueiro Wagner não puderam retornar com a delegação após o confronto com o Boca Juniors, disputado na Bombonera durante noite de quarta-feira. Nesta sexta, o Santos reiterou o cumprimento do protocolo na semifinal da Copa Libertadores e se disse tranquilo.

Segundo o clube brasileiro, John e Wagner testaram positivo no exame exigido pela Argentina para deixar o país, com resultados divulgados apenas de quarta para quinta-feira. Os dois atletas haviam passado no teste realizado antes do embarque para Buenos Aires, garante o time alvinegro.

“O Santos FC está tranquilo por ter seguido todos os protocolos e está totalmente concentrado e focado nos próximos compromissos contra São Paulo e Boca Juniors”, afirmou José Renato Quaresma, membro do Comitê de Gestão e responsável pelo futebol.

Com John e Wagner impossibilitados de retornar da Argentina para o Brasil normalmente, a diretoria tomou providências para solucionar a questão. Assim, os dois jogadores voltarão ao País em avião sanitário contratado especialmente para a viagem.

Dentro de campo, com John como titular, o Santos empatou por 0 a 0 contra o Boca Juniors. Com os dois times em condição de igualdade, a segunda e decisiva partida pela semifinal da Copa Libertadores está marcada para as 19h15 (de Brasília) de quarta-feira, na Vila Belmiro.

Antes de pensar no torneio continental, o Santos tem compromisso pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Às 16 horas deste domingo, o time comandado pelo técnico Cuca entra em campo para enfrentar o rival São Paulo, no Estádio Morumbi.

Confira a nota oficial do Santos na íntegra:

O Santos Futebol Clube informa que o goleiro John e zagueiro Wagner testaram positivo para o Covid-19, no exame obrigatório de regresso da Argentina. O resultado foi disponibilizado por volta da meia-noite de quarta para quinta-feira, após a realização da partida. Os dois atletas haviam testado negativo no exame feito pelo Hospital Albert Einstein, exigido pela Conmebol para o embarque a Buenos Aires, para o jogo contra o Boca Juniors, pela semifinal da Libertadores.

Com o resultado, o Clube seguiu todos os protocolos sanitários exigidos e os dois jogadores ficaram impossibilitados de retornar com a delegação. A diretoria, por sua vez, iniciou tratativas para a volta ao Brasil, uma vez que o Governo da Argentina não libera a viagem de pessoas que testam positivo. O Santos FC deu toda a assistência aos atletas durante o período que permaneceram na Argentina e agora eles estão regressando em avião sanitário, contratado pelo Clube santista, ainda nesta sexta-feira.

O Santos FC reforça que cumpriu todas os protocolos esportivos e médicos para a segurança da delegação e está dando total atendimento aos atletas John e Wagner. “O Santos FC está tranquilo por ter seguido todos os protocolos e está totalmente concentrado e focado nos próximos compromissos contra São Paulo e Boca Juniors”, afirmou José Renato Quaresma, membro do Comitê de Gestão do Santos FC e responsável pelo futebol.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.